4 verdades sobre contratar os serviços de uma imobiliária

Se em algum momento você precisou vender ou comprar um imóvel em BH, já deve ter esbarrado na dúvida de “contratar” ou  não, os serviços de uma imobiliária.

Assim como em qualquer outra área, um corretor de imóveis possui formação e qualificação adequada para oferecer segurança à ambos os envolvidos. Por isso, o acompanhamento e intermediação da aquisição do imóvel  pode tornar tudo mais fácil e seguro, porém, é importante que você se certifique sobre a credibilidade da imobiliária antes de iniciar qualquer relação.  

Uma ação pouco comum, mas de grande importância para garantir o sucesso do seu negócio é conhecer a imobiliária na qual o seu imóvel será vendido ou comprado ainda no início do relacionamento e não apenas no ato do fechamento.

Pode parecer simples, mas saber qual a estrutura dessa empresa e o compromisso dela com a sua necessidade pode mudar os rumos de sua negociação, afinal, um imóvel é um bem de alto valor, e por esse motivo, saber quem está lhe apoiando pode fazer grande diferença a curto, médio e longo prazo.

vantagens de contratar uma imobiliária

Quero comprar um imóvel, como posso me beneficiar com essa parceria?

Vantagens de contratar uma imobiliária para comprar um imóvel

1 - Visitas, visitas e mais visitas!

Como dissemos em outros artigos, quanto maior o número de imóveis que você se dispuser a conhecer, maiores são as chances de encontrar um imóvel no seu perfil, de você ficar satisfeito com a sua escolha.  Para isso, o apoio de uma imobiliária é imprescindível, afinal, grande parte delas possuem além de um excelente mapeamento em sua área de atuação, um grande número de imóveis na base.

Aliás, vale lembrar que muitas vezes, a pedido dos próprios proprietários, há alguns imóveis com excelentes condições que não são disponibilizados em nenhum site ou portal de vendas e que apenas as imobiliárias responsáveis podem apresentá-los.

2 - Segurança

No processo burocrático é fundamental a análise completa da documentação do imóvel e dos proprietários logo após acordada a condição de compra e antes de qualquer evolução para a assinatura do contrato.

Embora anunciado a venda, a conferência final da viabilidade da negociação, deve certificar que não há nenhuma situação restritiva a uma venda segura, como por exemplo, alguma causa impeditiva ou mesmo uma dívida do proprietário que possa recair sobre o bem.

Leia mais: Os cuidados com a documentação de um imóvel

3 - Transparência e ganho de tempo

É responsabilidade da imobiliária, assegurado por lei e fiscalizada pelo CRECI -  órgão regulador da profissão, a total transparência com relação a situação física e jurídica do imóvel.   

É também papel da mesma apresentar oportunidades que cabem dentro do seu orçamento e negociar com o proprietário a condição de compra que melhor se enquadra em sua necessidade.

A propósito, o acompanhamento da imobiliária é fundamental para dar celeridade à busca, uma vez que o corretor irá direcionar apenas os imóveis que estão exatamente dentro do seu perfil.

4 - Serviços Adicionais

Já é possível encontrar no mercado algumas imobiliárias que utilizam do seu bom relacionamento com as principais instituições financeiras para oferecer serviços diferenciados como o propósito de facilitar a sua busca - aprovação de crédito, consórcio e até mesmo despachante.  

Com estes serviços, você não só terá a tranquilidade e segurança de realizar tudo em um só lugar como também se beneficiará com o apoio de um profissional já de sua confiança em todo o processo.  

Benefícios de contratar uma imobiliária para vender um imóvel

Vender um imóvel de forma segura envolve muito planejamento e fatores de experiência que podem contribuir para aumentar as chances de vender o imóvel rapidamente.

1 - Segurança

Não é de hoje que investir em bens imóveis tem sido uma excelente opção para expansão do patrimônio. Diante disso, ao mesmo tempo em que é possível haver interessados reais em seu bem, há também um grande risco de expor você e sua casa a um completo desconhecido. Tem sido frequente o número de estelionatários a espera de vendedores inexperientes.

 

Vender imóvel

2 - Adequação ao Mercado

São muitos os critérios que envolvem a determinação do preço de um imóvel, exigindo extremo conhecimento do profissional responsável e claro, prática para a precisão.

Contar com a ajuda de uma empresa especializada e experiente no bairro em que o seu imóvel está localizado pode evitar que você tenha decepções futuras e até mesmo surpresas, como por exemplo, perder tempo com gastos e demandas desnecessárias devido à falta de clientes, e principalmente que seu imóvel “ajude a vender” outros com o mesmo perfil, porém mais baratos (caso o seu esteja acima do preço real de comercialização, o comprador terá a impressão que o outro está barato).

Leia mais: Como anunciar seu imóvel na Casa Mineira

Além disso, um corretor com olhar treinado poderá lhe dar dicas de como deixar a sua casa ainda mais atraente aos olhos do comprador e apresentá-la para pessoas que estejam aderentes ao perfil.  

Se quiser saber um pouco mais sobre o processo de avaliação, recomendamos também a leitura do artigo: Você sabe quanto vale seu imóvel? 

3 - Visibilidade

Além da divulgação no site da imobiliária, o seu imóvel também será incluído nos principais portais de anúncios imobiliários de Belo Horizonte, com o preço de venda bem definido, quanto maior a visibilidade, maiores as chances de você fazer um bom negócio.  

4 - Conhecimento e Negociação

É claro que você pode ter inegáveis habilidades comerciais e por isso se sentir seguro para conduzir sua própria negociação. No entanto, deve estar claro que a experiência na hora de fechar um negócio imobiliário é imprescindível.  

Apesar dos inúmeros motivos apresentados neste artigo, a negociação é a que possui maior peso na hora de optar por escolher ou não o apoio de uma imobiliária. Vendendo um imóvel sem o auxílio de um especialista, você receberá muitas propostas de curiosos e especuladores. Um corretor por sua vez já está habituado a reconhecer e filtrar os reais interessados para elevar as possibilidades de venda.   

Além disso, há uma extenso checklist que precisa ser conferido para garantir a veracidade e credibilidade da negociação de um imóvel, como por exemplo, a conferência da documentação do vendedor e comprador e pagamento das taxas e impostos.

Sendo você proprietário ou comprador, a oportunidade de conversar com o gerente de vendas, também pode ser muito rica, no geral, são profissionais com grande bagagem e que poderão te orientar da melhor forma caso tenha qualquer questionamento e/ou dificuldade sobre o processo.

Leia mais Exclusividade imobiliária na venda: vale a pena dar ou não a corretora?

 

Guia do comprador

  • uma triste experiencia imobili

    UM TRISTE EXPERIÊNCIA IMOBILIÁRIA – COMPARTILHANDO PARA VOCÊ NAO CAIR
    Quero compartilhar um problema que passei e que consegui me livrar das consequências.
    A melhor forma de agradecer é compartilhar para que ninguém volte a cair na mesma cilada que eu quase cai. Serei sintético:

    1) O contrato estabelece LEI entre as partes, ilude-se quem acha que depois você pode desfazer. Se você assinar um documento que diz que você aceita algo, aquele algo (desde que nao seja imoral/ilegal) te será exigido.
    1.1) Quem compra pode ter problema aqui: se a compra não se concretizar porque você nao conseguiu o financiamento/sua avó morreu/você perdeu o emprego, e no contrato dizia que você deveria pagar a corretagem, você terá que pagar.
    1.2) Quem vende também pode ter problema aqui: se a venda não se concretizar, pois sua esposa nao quis/você mudou de ideia/sua avó morreu, e no contrato dizia que você deveria pagar a corretagem, você terá que pagar.
    2) A PRIMEIRA cláusula que você deve ler é: o que eu estou comprando?. Você sabe a diferença de comprar um direito e comprar a propriedade? Se nao sabe, estude antes de assinar qualquer coisa. DIREITO nao te protege de nada. Se você comprar um direito e a propriedade for penhorada, você vai perder a propriedade.
    3) A SEGUNDA cláusula que voce deve ler é: “como se desfaz este contrato”. Ou seja, como eu “pulo fora do negócio”
    4) Em paralelo leia qual a validade do contrato, cuidado com a expressão: “as partes poderão desfazer”. Não significa que será defeito, significa que alguém tem que se manifestar, se nao se manifestar o contrato está valendo.
    4.1) No meu contrato estava escrito, “este contrato blá blá blá, tem validade por 3 meses, sendo renovado blá blá blá, sucessivamente”. Ou seja, um paragrafo de belas palavras para dizer que era um contrato eterno.
    5) Mas onde foi que eu quase me dei mal? O imóvel tinha um pedido de penhora e eu nao sabia, mas no contrato dizia: “o vendedor tem uma ação XYZ” e o corretor de imóveis disse: “isso é besteira, ele vai pagar em 30 dias”.
    Nao sou advogado, mas também não me considero tão ignorante. Fui seduzido pelas palavras macias, gentilezas do corretor de imóveis. Por isso, NUNCA, JAMAIS compre um imóvel que tem uma execução ou, pior ainda, uma penhora.
    6) As vezes, você paga um sinal de R$50mil, e o seu medo é de perder aquele valor. Com medo de perder o sinal, você se sente na obrigaçao de continuar, exemplo: “já paguei mesmo, agora vamos até o final”. Errado, perca o sinal, mas nao percar 10vezes o sinal!
    7) Seu contrato preve multa? Independente de qualquer coisa, independente de dizerem que isso nunca será necessário, restrinja a multa a no máximo 5%. “EU QUERO ASSIM!”
    8) Contratei um advogado, que não era especialista em direito imobiliário. Resultado, foi igualmente iludibriado. Contrate um advogado especialista em direito imobiliario. Estes advogados são especialistas em direito civil, com foco na área imobiliária.
    Você pensará: deve ser caro??? Errado, foi mais barato que eu paguei para o primeiro advogado.
    9) Nao pague nada, sem certeza. Se já pagou a primeira parte, só pague a segunda com certeza. Talvez, você esteja lendo minhas palavras, pois se sentiu inseguro e pensou e pesquisar algo no google. Se este é o seu caso, procure o advogado agora. Vou faciliar para você, você prefere gastar 3mil com advogado ou perder 100mil?
    10) Nao assine nada se vc nao entendeu. Ou seja, se você pega um contrato na sua maos, e a leitura te obriga a ficar indo e voltando para diversas cláusulas, e você coça a cabeça para entender: ESTE CONTRATO tem maldade ou foi mal escrito. Ambas as situaçoes são ruins para você.
    11) Você é culto, mas nao tem certeza que entendeu o que está escrito no contrato, entao você está em risco. Você deve entender com clareza. O contrato deve ser de simples leitura.
    12) A sua assinatura é a última: SE E SOMENTE SE todas as assinaturas foram feitas, você assina. Nunca você (comprador) assina primeiro.
    13) Esta é óbvia, mas nao custa repetir: SE você nao registrar a escritura no registro de imóveis, você pode perder o imóvel
    14) Se for comprar pagando a vista, escolha um advogado com experiencia imobiliária
    15) Acho que vale a pena sempre comprar pela CAIXA ECONOMICA ou um banco, mesmo você tendo 100% do dinheiro.
    16) Vou repetir: NUNCA COMPRE um imóvel em execução ou com penhora. Pois a penhora do BEM prossegue com o BEM. Ou seja, um apartamento penhorado, continuará penhorado após a venda. Sorte de quem vendeu, azar de quem comprou
    17) NUNCA COMPRE UM imóvel com processo de execuçao que começou antes de você ter iniciado a sua venda.
    18) Você só compra o imóvel que você se apaixonou, por isso você já vai para a negoiação fragilizado.
    19) Nada é mais importante que sua vida e felicidade, se você caiu em uma cilada desta, lute com um BOM advogado. Se perder. siga a vida, nada vale mais do que a sua felicidade e de sua família.

    Nao adiante me escrever pedindo opniao ou resposta. Fiz este email só para compartilhar esta experiencia.
    Passe a frente boas informações.
    Sou fiél e sei que fui protegido desta cilada!
    umatristeexperienciaimob@gmail.com