Contrato de compra e venda de imóvel: 8 pontos para checar antes de assinar

A compra de um imóvel envolve muito mais do que a afinidade com uma determinada casa ou apartamento. Há questões burocráticas, como a avaliação dos documentos e a análise do contrato de compra e venda de imóvel que requer além do acompanhamento de um profissional, advogado ou imobiliária, uma boa dose de conhecimento para saber quais os impactos de cada cláusula aos envolvidos.

Em linhas gerais, o contrato de compra e venda de imóvel é o documento pelo qual o vendedor compromete-se a transferir o domínio de certo bem ao comprador, no preço, prazo e demais condições ajustadas.

Para a segurança de ambos, a assessoria de uma imobiliária consiste em realizar a assinatura após a análise e constatação da viabilidade da venda e saúde do imóvel.  A elaboração do contrato equilibrado entre as partes também é de  responsabilidade da imobiliária e, no entanto, aqui vão algumas dicas sobre o que você precisa se atentar antes de assiná-lo:

O que você precisa saber antes de assinar um contrato de compra e venda de imóvel?

1. Verifique seus dados e demais detalhes que são delineados nas cláusulas - tire todas as dúvidas que houver

Nome, nacionalidade, estado civil, identificação (n. identidade, CPF ou CGC), e o endereço dos vendedores e compradores, devem constar de forma clara.  Além deles, os dados de localização, dimensões, características especiais,  número da matrícula do imóvel e em qual cartório está registrado, também devem ser minuciosamente confrontados.  

2. Declaração de Quitação das cotas condominiais

Confira, se necessário, a existência de uma cláusula citando a Declaração do Síndico ou Administradora, afirmando que o imóvel está em dia com o pagamento das cotas condominiais, quando da assinatura da escritura ou contrato de financiamento do imóvel. Caso a posse seja em datas diferentes, também deve ser realizado na mesma. Se a declaração for dada pelo síndico, deve ser acompanhada da Ata da Assembleia que o elegeu.

O imóvel deve ser entregue ao comprador sem restrições de qualquer natureza,  pessoal e/ou jurídica ( hipoteca, penhora entre outras).  

3. Exija a vistoria do imóvel - e isso inclui os itens que diz respeito às áreas comuns (se houver)

O contrato de compra e venda, é feito em caráter ad corpus, ou seja, “assim como esta”, (confira o nosso dicionário imobiliário) por isso, é de extrema importância que no ato da assinatura, o comprador já tenha realizado a vistoria para garantir que os termos no descritivo em anexo ao contrato referente às vagas de garagem, área privativa e comuns, estejam de acordo com a realidade do bem.  

4. Fique atento quando o assunto for prestações de imóveis adquiridos na planta e verifique o índice de correção e juros das mesmas

Converse com o profissional que está lhe atendendo e obtenha o máximo de explicações sobre o método utilizado. Se o imóvel na planta for a sua opção, esteja preparado, pois sempre há correções do saldo devedor.

Outro aspecto importante é o índice de correção, que geralmente está atrelado a algum indicador, como o Índice Nacional de Custo da Construção Civil (INCC) ou a Taxa Selic. É fundamental observar esses índices de correção e fazer as contas antes de assinar o contrato de compra e venda de imóvel.

grafico-incc-2020-2021-indice-nacional-de-custo-da-construcao

5. Responsabilidade de pagamentos das taxas e despesas adicionais

Em Minas Gerais, cabe ao proprietário o pagamento das despesas de corretagem, e ao comprador o do ITBI (imposto de transmissão de bens imóveis), escritura, registro e outras taxas.

Vale ressaltar que a alíquota do ITBI em Belo Horizonte – 3% do valor do bem, é calculada de acordo com a avaliação da prefeitura. Já a escritura e o registro, variam de acordo com a faixa de preço do imóvel.

[Leia mais] Custos e taxas na hora de adquirir um imóvel

6. Dados de pagamento e Conta para depósito

É importante se atentar a cláusula que limita a data para depósito do sinal e demais valores após a assinatura da Escritura pública de compra e venda e posse definitiva do imóvel, assim como os dados da conta a ser realizado o depósito (Agência, Conta Corrente, Banco e Número do Cheque).

Para os imóveis financiados, é necessário que se tenha também uma cláusula que defina a data limite para a assinatura do contrato de financiamento perante ao agente financeiro.

7. Escritura Definitiva e Registro do Imóvel

Assim como dito no artigo sobre Escritura e Registro do Imóvel, o contrato de compra e venda é a primeira formalidade do processo, porém, apenas a escritura e posterior registro concedem ao comprador a posse definitiva do bem.

Diante disso, para assegurar ambos os envolvidos, é necessário constar a data para assinatura da mesma, assim como a obrigatoriedade do registro.  

Lembrando que no caso de um financiamento, o contrato emitido pelos bancos substitui a escritura.

8. Posse, Desocupação e Multas

É imprescindível constar a data de desocupação do imóvel - pessoas e objetos - a contar da assinatura do contrato de compra e venda de imóvel.

Quando falamos em contratos subentende-se em obrigações, assim, caso estas não sejam cumpridas é comum a determinação de algumas multas. No geral, as mesmas são incluídas caso haja a rescisão do mesmo, ou no caso de atraso na entrega do bem em situações em que o pagamento é realizado antes da posse.  

Por fim, é importante ressaltar que cada negociação possui suas particularidades, sendo necessária a análise minuciosa de cada cláusula verificando as informações e obrigações de todos os envolvidos. Por isso, se ainda houver alguma dúvida ou desconfiança, não assine, busque sempre esclarecer junto ao profissional da imobiliária as nuances de cada negociação.

Guia do comprador

57 respostas para “Contrato de compra e venda de imóvel: 8 pontos para checar antes de assinar”

  1. Carlinhos Tavares disse:

    A principio, quero parabénisar, pelo excelente blog, ”casa mineira”. Meus pais venderam um imovel, em 17 de agosto 1993 valor, 2.300.000,00 (dois milhões e trezentos mil cruzeiros reais), como parte de pagamento entrou um imovel (casa), + Cr$ 530.000,00 (quinhentos trinta mil cruzeiros reais) Ficou restando na epoca 6.551 dolares paralelo com vencimento 13/09/1993. meu pai deu posse em 17/08/1993, ao comprador. Ficou tudo acertado e assinado contrato particular de compromisso de compra e venda, sem registrar tal documento, ocorre que o comprador não cumpriu com compromisso restante, ou seja não liquidou pagamento de, 6.551 U$, conforme contrato, reconhecido firma do vendedor e comprador, Lembrar que meu pai nao passou escritura publica, continua vosso nome, como faço para rever posse do imovel, continua nome meu pai no cartorio de registro de imoveis, meu pai tem 92 anos e minha mae tem 93 anos. Meu pai, sempre aguardando pelo pagamento restante, esses anos todos e sendo enrolado. O comprador disse que devolve o imovel sem problemas, inclusive produzindo rescisao de contrato. O comprador que devolver o imovel, inclusive produzir documento de devolução amigavel, sem condicionar nada como indenização. ocorre que esposa do comprador nao aceitar. Preciso vossa ajuda, como proceder

  2. Olá, parabéns pelo artigo.

    Pode sim ser muito útil para quem está procurando informações sobre o contrato de compra e venda de imóvel.

    Recomendo também o link: https://www.99contratos.com.br/contrato-promessa-compra-e-venda-imovel.php

    Nele pode-se também encontrar diversas informações, como quais são as formas de pagamento, datas de entrega, posse e transferência, responsabilidades, entre outras.

    Um grande abraço.

  3. LUCIANE HECK disse:

    Boa noite, gostaria de um esclarecimento se possível, pois fiz a venda de um imóvel perante contrato de compra e venda, sendo que neste fica claro que a quitação deveria ocorrer em 90 dias. Mas isso ainda não ocorreu, porém ja foi assinado na caixa o financiamento que o comprador precisou. Ocorre que ainda não entrou o valor e os 90 dias já passaram, neste caso mesmo a documentação já estar no RI ainda posso desistir da venda pelo fato de não cumprimento da quitação nos 90 dias acertado. Agradeço se puderem me clarear esta questão.

    • Julio Seixo disse:

      Prezada Luciana,
      Tudo bem?
      Então se o contrato de financiamento já foi assinado com o banco, você não recebeu o valor porque o comprador não fez o registro do imóvel em seu nome.
      Fica tranquila é bem simples de resolver, é só fazer o registro e levar a matricula atualizada no banco, o banco vai ver que o imóvel está em nome do comprador e vai liberar o valor para você.
      Espero ter ajudado.
      Qualquer coisa me chama no IG-@julioseixo:disqus

  4. PAULO disse:

    Ola!!

    Estou negociando a compra de um apartamento, porem ele esta alugado, contrato de aluguel em curso e com inquilino no imóvel.
    O proprietário colocou a venda e combinou com o inquilino que assim que realizasse a venda, avisaria o inquilino para desocupar o imóvel. Agora a corretora com creci, mas independente, que esta intermediando a venda, disse que a proprietária combinou com a inquilina para desocupar em 45 dias.. Penso que se esta alugado, nao pode vender… A proprietária deseja fazer fazer o contrato de compra e venda e venda, com sinal de pagamento e entrega do imóvel depois dos 45 dias..
    Sera que posso confiar???

    • Crica33 disse:

      Claro que pode vender estando alugado. Inclusive é muito comum nos contratos de aluguel, constar uma cláusula sobre essa possibilidade de venda, com o direito de preferência do locatário, se tiver interesse e dinheiro, é claro. Também deve constar o prazo para desocupação do imóvel.

  5. PAULO disse:

    Também desejo parabeniza-los pelo texto!!

  6. Samuel Leitte disse:

    Uma dúvida…quando o lote é repartido e vendido em partes somente em contrato de compra e venda; se algum destes compradores solicitar a escritura do terreno( como um todo) este contrato de compra e venda ainda vale de alguma coisa para aqueles que compraram as partes???

  7. Crica33 disse:

    Comprar imóvel financiado é uma novela, estou passando por isso, mas vai valer a pena.

  8. Fabio Gatt disse:

    Comprei um imóvel ( apto) de um particular e passei alguns meses antes de ocupa-lo. Só então, ao tentar usar as garagens que fazem parte do imóvel, percebi que nenhum carro é capaz de adentrá-las por conta de dois pilares e uma parede da casa de geradores. Tentei com o condomínio o reposiconamento dessa parede, mas me foi negado e que eu deveria ter visto isso na hora da compra. Estou sem poder usar as duas garagens e meus carros ficando na rua. O que faço?

  9. Renata disse:

    Boa tarde!
    Estou comprando um imóvel, sendo que parte do valor será de recursos próprios e parte será via financiamento bancário.
    O vendedor que entregar as chaves somente 30 dias após o depósito do valor financiado por parte da instituição bancária. Está correto isso?
    Qual é o momento ideal, de praxe para a entrega das chaves, neste caso?
    Afinal bem antes disso já estarei pagando o financiamento, não da para pagar o financiamento e o aluguel simultaneamente.
    Aguardo algum retorno!
    Muito obrigada!

  10. […] pessoas confundem o Contrato de Compra e Venda com o Registro, sendo que o primeiro é na verdade, um documento que obriga as partes a […]

  11. Jane carvalho disse:

    Quando imóvel área verde tem como fazer a divisao e fazer contrato compra venda

  12. Mauricio Fernandes disse:

    Boa tarde. Estou negociando um apto que o comprador quer financiar. Porém no contrato do banco diz que o comprador pode “tomar posse” ou entrar no apto assim que a escritura passar para o nome do banco mas sem ter pago o valor total. Meu advogado quer que o comprador só possa entrar no apto após o banco pagar o restante devido. Como funciona isto de forma geral nestes contratos?

  13. Rodrigo Boas disse:

    Comprei um imovel e financei pela Caixa. Na assinatura do contrato com a Caixa, fiz o pagamento da entrada direto para o vendedor, e já dei entrada no cartorio para registro. Porém por conta dessa pandemia, o cartório está com atraso para entrega do documento. Enquanto isso a Caixa nao repassou para o vendedor o restante do dinheiro.
    Quando assinamos o contrato e eu paguei a entrada, o vendedor ja me passou as chaves do imovel, e agora por conta do atraso do cartorio, ele está querendo me cobrar aluguel.
    Isso pode ser feito? uma vez que no contrato da caixa está descrito que a Caixa só efetua o pagamento após o registro concluido;

  14. Valeria disse:

    Gostaria de saber como declarar: meu pai junto com meu irmao herdeiros vendemos um apto para o rapaz que pagou a vista do ano passado, porem nao vai passar para o nome dele, ele reformou para revender o imovel este ano, como faco para declarar estre valor que entrou na conta se ainda nao foi transferido para o real comprador e sabendo que o valor de venda sera maior que o valor pago pelo adquirente do imovel?

  15. Carla Reis disse:

    Bom dia,
    Meu apartamento está anunciado na imobiliária Cas Mineira. Estão espalhando anúncios sobre meu imóvel, que não está à venda.
    Peço encarecidamente que o retirem da listagem.
    Rua voluntarioscda patria,467
    Botafogo
    rio de janeiro.

  16. Carla Reis disse:

    Bom dia,
    Meu apartamento está anunciado na imobiliária Cas Mineira. Estão espalhando anúncios sobre meu imóvel, que não está à venda.
    Peço encarecidamente que o retirem da listagem.
    Rua voluntarioscda patria,467
    Botafogo
    rio de janeiro.

  17. Carla Reis disse:

    Não quero expor meu endereço..não publiquem meu recado. grata

  18. Aline Silvestre Barbosa Bocatti disse:

    Estou comprando uma casa recém-construída em condomínio fechado, e vou financiar 50% do valor do imóvel, a outra metade do valor já foi paga ao proprietário do imóvel, bem como já foi assinado um contrato de compra e venda em cartório. Como a casa é nova, o proprietário ainda está tirando a documentação (Habite-se e escritura), estão estou esperando estes documentos para dar continuidade no processo de financiamento pelo banco. O financiamento já foi pré-aprovado. A minha dúvida é se posso tomar posse da casa e me mudar antes da vistoria do banco para concretização do financiamento? Isso poderia me causar prejuízo?

  19. Armando Jaques Martins Neto disse:

    Fiz a venda de uma casa
    Porém o comprador reformou
    E está vendendo antes de terminar o financiamento
    Gostaria de saber se isso é permitido?

  20. Neyde disse:

    Estou em meio uma crise que não entendo pq, mais a ex proprietário do apartamento se nega a entregar as chuvas e o apartamento foi financiamento, que inclusive quitou o saldo devedor dela, o registro já está em processo e ainda assim ela se recusa a entregar as chaves!

  21. Roberto disse:

    Tenho um Contrato Particular registrado em que o pgto das parcelas devem ser pagas impreterivelmente no dia do vencimento e com multa de 10% sobre essa parcela.no caso caiu no Domingo e foi pago só na segunda. DEVO COBRAR ESSA MULTA?

  22. Maria disse:

    Olá, o Cartório de Registro de Imóvel disse que a Escritura de Compra e Venda de Direitos e Ações feita em 1961 não permite a matrícula do imóvel como propriedade da minha mãe que adquiriu a casa naquele ano. No entanto, a transcrição foi feita no mesmo Cartório RI em 1962, ainda sobre a legislação antiga, pois a exigência de matrícula só ocorreu após a compra do imóvel o CRI em BH disse que vai emitir um documento com direitos e ações e depois eu vou ter que inserir a informação no Inventário do filho (falecido há no mínimo 70 anos e com Inventário desconhecido) da vendedora, que como consta na Escritura de Compra e Venda do Cartório de Notas era sua única e universal herdeira. O RI, nesta condição pode se negar a fazer a matrícula (veja bem a transcrição já existe)? Grata.

  23. Silvia Barbosa disse:

    Esrou comprando uma casa financiada e recebi a minuta. Pelo que vi as arras nao dao penitenciais, qie sao as que quero por achar mais justo. Uma outra clausula absurda e que se o financiamento nao for aprovado pelo banco, a culpa e minha e isso gera para mim perder o sinal. Visto que ja regularizei tudo o que podia, ja dei todos os doc qur a imobiliaria pediu.
    Eu quero mudar o contrato para clausulas penitenciais e tambrm uma que caso o financiamwnto nao seja aprovado pelo banco, seja por mim ou pelos vendedores, apenas o sinal dado para a conta da imobiliaria volte para mim integralmente, visto que nao ha ma fe de nenhuma das duas partes.
    Afinal o objetivo do contrato e proteger ambas as partes nao enriquecer nenhuma das partes, principalmete a imobiliaria.
    O que fazer se a imobiliária nao aceitar modificar a minuta ( contrato)
    Pode o corretor ficar me apressando para assinar logo? Eubdisse a ele que quero levar para algum adv ler pois eu sou totalmente ignorante no assunto.

  24. Daniela Rosa disse:

    Bom dia.
    Estou interessada em uma apartamento, hoje o valor do mesmo é 95mil reais. O atual proprietário é cotista, ou seja o imóvel faz parte de um conjunto habitacional da cidade de Osasco. Seguindo as regras, ele não pode ser quitado de uma vez, por ser contemplação para renda baixa e por ser projeto da prefeitura. Faltam 5 anos, mais ou menos, para quitação, as parcelas são baixas de 100reais/mês.
    Eles querem vender, mas aceitam somente o valor a vista e será feito um contrato de compra e venda até a quitação do imóvel, para somente assim transferir a escritura.

    Quais as garantias que eu, como compradora única, tenho? Existe algum documento que me garante que o imóvel deve ser quitado, mesmo que em 5 anos, e a escritura passada para o meu nome no tempo acordado em contrato?
    O que garante que o atual proprietário irá realmente cumprir com a sua parte no acordo e não haverá desistência da venda, por exemplo? Ou qualquer trambique, no meio do processo…ou até mesmo a morte do mesmo..

  25. Elizeth disse:

    Bom dia! Qual a responsabilidade da imobiliária ao vender um imóvel e esse imóvel está com problemas de dívida ativa, sem habite-se ou averbação, negando passar a matrícula do mesmo, querendo fechar negócio somente via wattsap??? Se um corretor assume a venda de um imóvel deve, a meu ver, saber dos dados do imóvel p passar ao comprador p q faça pesquisa a respeito de pendências do mesmo? Se, no caso, acontecer a venda à uma pessoa q confie na idoneidade da imobiliária e após descobrir pendências em dívida ativa, o proprietário com problemas judiciais de quem é a responsabilidade?
    Faço esse questionamento pq vi um anúncio nessa imobiliária condessa de um imóvel, pedi a matrícula p ver a situação mas demoraram p passar, pedi o espelho Do carnê de IPTU passaram de 2001, é além de tudo é somente do terreno sem a construção em cima, e, mais, alegaram problemas de saúde dos proprietários p a locomoção p a cidade p lavrar escritura e passariam a documentação somente no momento da assinatura, isso é o correto vindo de uma imobiliária idônea?
    Estou decepcionada com o corretor Miguel.

  26. Elizeth disse:

    Complementando a anterior o corretor ficou enrolando falando com a filha do proprietário p pegar documentos do imóvel. Consegui muitas informações pq não sou tão desinformada com pensaram, fiz pesquisa no tjsp e constatei dívida ativa na cidade do imóvel. Quase assinei a venda de meu imóvel p comprar esse , q irresponsabilidade dessa imobiliária Lopes e condessa. Eu iria ficar sem casa p morar ainda bem que sou um pouco informada p pesquisar a respeito.. idoneidade tem q partir de todos mas nem todos prezam pelo bom nome..

  27. Jacqueline Chaves Portela disse:

    Bom dia, comprei um imovel e no contrato conta que ficariam todos os móveis, forno na cozinha só que quando entrei no aportamento o forno não estava. A antiga proprietária disse que estav muito velho por isso jogou fora. O que fazer nesta situação? Devo exigir o forno?

  28. Rosa disse:

    Proposta de compra e venda de imóveis no caso de desistência sou Obrigada a pagar 6% ao corretor? Existe um parágrafo que conta essa informação.

  29. Pamela C disse:

    Boa tarde! Fiz a compra de um imóvel através de um contrato de gaveta, no valor de 250 mil, com 20 mil de entrada. Ficaram acertados 230 parcelas de 1000 com reajuste anual de acordo com as taxas IGPM. Gostaria de saber se consigo renegociar essas taxas, pois fazendo os cálculos, em 10 anos já estarei pagando quase 10mil de parcela. Apenas nesse ano já subiu 200,00 reais. Se no próximo ano subir mais 20%, e depois mais 20% e consecutivamente não terei condições de pagar. Tenho medo mais esse valor está subindo sempre em cima do último valor atualizado, em 19 anos será impossível arcar com os custos. Preciso de uma ajuda,por favor.

  30. Boa tarde,

    Fiz um contrato de compra e venda e antes de finalizar todo o contrato, eu liberei o imóvel na promessa que em alguns dias o contrato seria quitado.
    Porém houve uma demora de 6 meses. As parcelas do apto continuavam sendo cobradas, pois não era quitado ainda. E eu as paguei enquanto o novo morador estava usufruindo do bem. Eu posso pedir restituição das parcelas (6meses) do morador/comprador?

  31. Não precisa apartamentos familiar grande 7 pessoas uma casa individual Precisa por favor serasa INSS Governo federal Procon ajudar prame familiar não falou português

  32. Agora muito necessidade mais tempo esperando tudo paga dinheiro alugar casa gastar muito dinheiro familiar espera ajudar

  33. Jessica disse:

    Bom dia estou comprando uma casa e vou da meu apartamento como permuta e um valor em dinheiro. Minha dúvida é que a dona de fato passo uma procuração para a pessoa que está me vendendo, queria saber para quem Devo depositar o dinheiro e passa o apartamento já que nunca vi a dona da casa. É para o procurador? Queria me resguardar no futuro caso ele fala que é pra ele q tenho q transferir o dinheiro é apartamento

  34. Simone lucia Gama Claudio Cortes disse:

    ola,meu filho esta fazendo uma compra de imovel attaves de uma imobiliária ele deu 1500.p assegurar o imóvel.Agora o corretor esta dando um contrato que diz q o valor do imóvel é maior do que fora acordado diz as imóvel custa 177.000,00 , porém ele disse q meu filho só pagara os 150.000,00 e que essa diferença estara no outro contrato da cx.
    ele só irá dar o restante da entrada na assinatura do out tá o contrato, porém se vier uma prestação no valor dezse maior.
    não é possível assinar todos os contratos junhos

  35. Iris Marsico disse:

    Na copua do contrato de compra e venda de um imóvel que estou comprando e me foi entregue, não constam as assinaturas do vendedor ,a minha é dos responsáveis pelo cartório. Isso está certo?

  36. Ana disse:

    Eu acredito que já tenha prescrevido o direito de seu pai de executar a cobrança. Além de, pelo tempo, o atual proprietário ter posse do imóvel devido aos anos que se passaram

  37. Elen Fraga disse:

    Estou vendendo um.imóvel. Já está pronto o contrato de compra e venda, será financiado pelo banco uma parte e a outra a nova proprietária irá pagar, eu posso assinar . Ou pode ocorrer dela não pagar e eu perder esse imóvel?
    Minha ajuda pfvr.

  38. Jaciele Santos disse:

    Olá boa tarde

    Comprei um imovel na planta, no caso meu marido la no escritório com a construtora o valor seria de 242 mil, um tempo depois fomos assinar com a caixa e o valor no contrato do financiamento está 253 mil , isso é errado e pode influenciar no valor das parcelas do financiamento?

  39. Jaciele Santos disse:

    Olá boa tarde

    Comprei um imovel na planta, no caso meu marido la no escritório com a construtora o valor seria de 242 mil, um tempo depois fomos assinar com a caixa e o valor no contrato do financiamento está 253 mil , isso é errado e pode influenciar no valor das parcelas do financiamento??

  40. Willians Pereira disse:

    Posso assinar o contrato de compra e venda do imóvel mesmo que ainda não tenha feito a avaliação do engenheiro do banco.
    Ou é melhor esperar para ter certeza que será avaliado dentro do valor necessário para o comprador conseguir o crédito necessário..

  41. […] estes documentos como parte do processo de compra, e não como fator final para ela. O contrato de compra e venda é na verdade, um acordo que obriga as partes a honrarem com os compromissos estabelecidos […]

  42. Francisca Patrícia de Oliveira disse:

    Comprei um apartamento e no meu contrato não consta nenhuma cláusula que tem a correção do INCC a própria construtora admiti te falhado qdo redigiu o contrato ,o wue devo fazer pago ou não essa cobrança

  43. Edno Rocha disse:

    Comprei um imóvel que estava em processo de herança, dei um sinal e o restante seria no ato da escritura, porém demorou dois anos para ficar pronto a escritura, os herdeiros querem que eu pago o juros do restante, pode isso ou devo pagar o que está no contrato?

  44. Edno Rocha disse:

    Comprei um imóvel que estava em processo de herança, dei um sinal e o restante seria no ato da escritura, porém demorou dois anos para ficar pronto a escritura, os herdeiros querem que eu pago o juros do restante, pode ou devo pagar o que está no contrato?

  45. Deise Ranucci disse:

    Bom dia, sou corretora de imóveis, a compradora recebeu um imóvel como herança e se ela comprar um outro imóvel em prazo determinado, terá o benefício da isenção de ITBI, o prazo está acabando e minha dúvida é: Para a RF a data válida para considerar a compra de outro imóvel é a data da assinatura do contrato com pagamento do sinal ou é a data da assinatura da escritura?
    Obrigada.

  46. Ana Paula Nascimento disse:

    Olá estou fazendo um compromisso que seria o Aras geralmente o Aras quando se dá um sinal pra levantar documentos e a pessoa tanto ela ou eu desisti de assinar o documento por que acha que não vai ser um bom negócio e obrigado a pagar a indenização que seria estipulado sendo que o Aras não foi registrado ainda em cartório.

  47. Ana Paula Nascimento disse:

    Olá estou fazendo um compromisso que seria o Aras geralmente o Aras quando se dá um sinal pra levantar documentos e a pessoa tanto ela ou eu desisti de assinar o documento por que acha que não vai ser um bom negócio e obrigado a pagar a indenização que seria estipulado sendo que o Aras não foi registrado ainda em cartório.Se caso desista como posso rever o sinal estou assegurada em alguma lei

  48. Selma disse:

    Compramos uma casa em 2008, apenas com contrato e venda, na época a antiga dona tinha os doctos do terreno que compraram de uma imobiliária, nesse contrato diz o seguinte “Que todas as despesas decorrentes com a lavradura da escritura definitiva de compra e venda, na ocasião oportuna, registros, averbações, serão suportadas pelo ora COMPRADORES” e essa outra cláusula “Que os VENDEDORES obrigam-se e comprometem-se a outorgar e assinar em favor dos COMPRADORES ou quem o mesmo indicar, a competente escritura definitiva de venda de compra do imóvel ora compromissado ou procuração, inteiramente livre e desembaraçada de todos e quaisquer ônus, hipotecas, impostos e taxas”. Decidimos vender a casa à quatro anos atrás, dando entrada na papelada para tirarmos a escritura definitiva, encontramos muitos obstáculos, mas até então, OS VENDEDORES estavam nos auxiliando em tudo que era solicitado à
    eles por fim, no final do ano passado (2022) e qdo enfim chegou o dia da finalização para recebermos a escritura, os VENDEDORES se negaram à pagar a parte que cabia à eles, pois os donos da imobiliária ia assinar os papéis necessários para os VENDEDORES fazer a escritura no nome deles e nos entregar para que assim pudéssemos fazem a nossa escritura, quando mandei a mensagem, até feliz, pois quatro anos é mt stress para se fazer um documento, os VENDEDORES, se negaram à pagar a parte deles, travando tudo, ainda disse que não tinham mais nada à ver com isso, que não os procurassem mais pra falar desse assunto, ou seja, bamos ter que arcarcom duas escrituras, se quisermos ter tudo legalizado, pra assim, vrndermosnossa casa. A pergunta é? Eles podem se negar à pagar as despesas da escritura, que por lei teriam que nos dar? As cláusulas que citei acima, libera ele dessa obrigação??? Poderiam nos ajudar por favor

  49. Michel Taylor da Silva disse:

    Estou para vender o imóvel com uma entrada de 20 mil,e mais duas de 45 mil que deverão ser pagas em 30 e 60 dias,o comprador quer adentrar no imóvel já no pagamento da entrada de 20 mil. Devo confiar?

  50. Eliza disse:

    Bom dia. Estamos em processo de compra de uma casa, através de uma corretora. Contratamos uma engenheira indicacada pela mesma. Sendo que quando foi feita a avaliação da engenheira, foi combinado que estaríamos presente. Quando chegamos ao local, demoraram para nos atender e quando entramos, 10 minutos depois a engenheira já havia concluído a avaliação e foi embora com a representante da corretora sem nos dar uma satisfação sobre o imóvel. Somos leigos quanto a avaliação. Vimos somente ela medindo um dos cômodos. Posso desconfiar de tal atitude?

  51. Eliza disse:

    Bom dia. Estamos em processo de compra de uma casa, através de uma corretora. Contratamos uma engenheira indicada pela mesma. Sendo que quando foi feita a avaliação da engenheira, foi combinado que estaríamos presente. Quando chegamos ao local, demoraram para nos atender e quando entramos, 10 minutos depois a engenheira já havia concluído a avaliação e foi embora com a representante da corretora sem nos dar uma satisfação sobre o imóvel. Somos leigos quanto a avaliação. Vimos somente ela medindo um dos cômodos. Posso desconfiar de tal atitude?

  52. Vera Felicidade de Almeida Campos disse:

    Estou vendendo um ap que já teve modificações, eram duas suite foi transformado em uma suite, ampliando living e transformando o banheiro em closet, além de ter coberto uma area do terraço da cobertura, não fiz modificaçoes na matricula do imovel, já tenho a escritura e registro. Ao vender, descrevo como está , isto implica em alguma multa por estar diferente do registro?Antecipadamente grata, Vera

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *