Casa com piscina: vale a pena?

Se ter uma casa com piscina sempre foi seu sonho, talvez seja hora de avaliar os prós e contras dessa decisão.

As casas com piscina fazem parte do sonho de muitas pessoas, principalmente as que moram em regiões quentes, que fazem muito calor. Ao mesmo tempo, a casa com piscina, que antes era considerada um sonho bem distante, exclusiva em imóveis caros e de alto padrão, vem se tornando uma opção cada vez mais viável, inclusive em casas mais simples e menores.

Atualmente, o mercado oferece diversos materiais para a construção de piscinas mais em conta, como a piscina de fibra e a piscina de vinil. Porém, apesar de esse já ser um importante ponto a ser considerado, é necessário levar em conta outros aspectos, como o espaço disponível em sua casa; a manutenção da piscina; o cuidado da área de lazer, que, em geral, também envolve um conjunto de mesa e cadeiras, um espaço para tomar sol e, até mesmo, uma churrasqueira. Tais itens são recomendados para quem gosta de sociais, receber a família e os amigos nos fins de semana ou durante as férias. Por isso, para esse público, investir em uma casa com piscina pode ser bem interessante. Além disso, quando se tem recursos para o lazer dentro de casa, mesmo que seja um imóvel de veraneio ou uma casa na praia, acaba-se diminuindo a necessidade e frequência de idas a clubes e viagens, por exemplo.

Importante ressaltar que ter ou não ter uma casa com piscina depende de diversos fatores, como tamanho do imóvel, poder aquisitivo, condições de manutenção, perfil do morador etc. 

Vamos explicar mais à frente os fatores que envolvem o assunto e se realmente vale a pena ter uma casa com piscina.

Vale a pena ter uma casa com piscina?

Abaixo, separamos alguns pontos, entre vantagens e desvantagens, que devem ser levados em conta antes de decidir construir ou adquirir uma casa com piscina. Confira:

Utilização

Caso você tenha um estilo de vida mais caseiro, que gosta e costuma chamar a família e os amigos para uma social, a piscina é uma boa opção, principalmente se for combinada a uma churrasqueira. No entanto, se você gosta mais de sair e não é muito do tipo que se diverte em casa, talvez você acabe usando a piscina muito pouco, o que não compensa uma construção. Além disso, é importante lembrar que uma piscina precisa de manutenção e, para compensar esse gasto de tempo e dinheiro, o ideal é que ela seja bastante utilizada.

Outro ponto é se sua família é associada a algum clube com piscina da cidade. Porque, nesse caso, é comum que as crianças, ou até mesmo os pais, prefiram ir ao clube, já que lá podem encontrar companhia.

Segurança

Um fator acerca dos cuidados com a piscina é a segurança, item muito importante principalmente quando há crianças pequenas em casa ou animais de estimação. Mas, existe uma solução para esse problema. Se esse for o seu caso, você pode instalar redes de proteção na área da piscina. Assim, você vai se sentir mais seguro nos momentos em que a piscina não estiver em uso.

Espaço

No caso de uma construção, se você tiver um bom espaço com privacidade em sua casa, é possível tornar o local mais divertido com uma piscina. No entanto, se o espaço for reduzido, talvez a construção de uma piscina seja inviável ou será necessário planejar bem para caber no espaço disponível.

As piscinas muito pequenas podem não ser tão vantajosas. Por isso, caso você tenha pouco espaço, talvez a melhor alternativa sejam banheiras do tipo spa, próprias para utilização ao ar livre. Elas aquecem a água, têm opção para massagem e são uma solução para espaços pequenos ou casas que não têm crianças.

Além do espaço para a piscina, é necessário ter um local para máquinas e para guardar os aparelhos de manutenção, e um espaço para um banheiro.

Dica: construir uma piscina no inverno pode ser mais rápido e mais barato do que na alta temporada (verão). Se você estiver pensando em ter uma casa com piscina, o melhor a se fazer é aproveitar a época do frio para a construção. Assim, quando o calor chegar, a área de lazer já estará pronta, à sua disposição.

Qualidade de vida

Uma piscina proporciona diversão e qualidade de vida para toda a família. Em um país como o Brasil, que tem altas temperaturas, um mergulho ou um banho de sol pela manhã, antes de começar a rotina, ou à tarde, logo após as tarefas do dia, ajudam a relaxar, melhoram a saúde e contribuem para o bem-estar físico e mental.

Ter uma piscina em casa é mais uma forma de se movimentar e praticar exercícios físicos regularmente, já que ela está disponível 24 horas por dia para você!

Valorização do imóvel 

Um imóvel com mais opções de lazer, como piscina, churrasqueira etc, é mais valorizado pelo mercado, o que aumenta, consideravelmente, o valor do imóvel. De acordo com especialistas do ramo imobiliário, essa valorização pode ser entre 20% e 30%. Por exemplo: se a casa sem a piscina vale R$500 mil, com a piscina valerá, em média, R$125 mil a mais, o que já é mais do que seu próprio custo. A piscina também é apontada como um fator decisivo na hora de fechar negócio, em 80% dos casos.

O local da piscina também é um ambiente decorativo para casa, principalmente se aliado a um bom projeto de paisagismo, o que se configura como mais um ponto de valorização do imóvel na hora de vendê-lo.

Leia Mais: descubra como funciona a avaliação de imóveis e como isso influencia no valor do seu imóvel.

Material

Há três principais tipos de piscinas: de concreto, vinil e fibra de vidro. Ainda, há a possibilidade de montar uma prainha, colocar aquecedor e hidromassagem. Escolher o tipo de piscina ideal para sua família vai determinar os custos de construção e manutenção.

Existem diversas opções de tamanho, formato e tecnologia, que se adequam a todo tipo de ambiente, espaço e orçamento da família. Portanto, não existe uma piscina melhor do que outra, e sim uma opção que se encaixa melhor com seu perfil e estilo de vida.

A piscina de concreto e a piscina de fibra de vidro são as mais resistentes. 

  • A piscina de concreto tem um custo maior. As piscinas de alvenaria e de azulejo não restringem tamanho ou forma, além de possibilitarem uma decoração. Porém, é importante escolher bons materiais, pois a escolha dos mais baratos, com menos qualidade, pode trazer sérios problemas no futuro, como rejuntes mal acabados e azulejos que quebram e trincam, causando vazamentos. Assim, muitas vezes, os gastos saem maiores do que o investimento inicial.
  • A piscina de fibra não permite que haja muita personalização, devido ao fato de a estrutura vir praticamente pronta, precisando apenas da instalação no local.  Esse tipo de piscina é mais barato, tem rápida instalação e é mais resistente em relação à piscina de concreto.
  • Já a piscina de vinil oferece diversas possibilidades, visto que são montadas no local e não dependem de tamanho e forma. Ela exige uma base de concreto e dispensa o uso de azulejo ou pastilhas, pois seu revestimento é o vinil. Sua manutenção é fácil e rápida. Porém, a vida útil do vinil é de oito a dez anos, sendo necessário trocar ao final de cada período.

Para escolher o material mais adequado, avalie questões como preferência, orçamento e espaço. A melhor maneira de acertar na escolha é contando com a ajuda de profissionais, para evitar problemas – como rachaduras e infiltrações – que podem acabar custando mais caro no futuro do que a contratação de uma equipe no presente. De qualquer forma, sempre opte por materiais de qualidade.

Mais limpa e higiênica

Quando você tem uma piscina em casa, consegue saber com segurança em que tipo de água está nadando, se está limpa e higienizada. Isso acontece porque a manutenção, a limpeza e o fluxo de pessoas que utilizam a piscina estão sob seu controle, diferente de praias e piscinas públicas.

Manutenção

A manutenção de uma casa com piscina pode não ser tão simples, além de ser custosa. Não à toa, é uma grande preocupação de muitos na hora de decidir se vale a pena ter uma casa com piscina.

Uma piscina exige energia elétrica para a filtragem e os sistemas de circulação, além de produtos químicos para limpar e tratar a água.

Importante lembrar que esvaziar a piscina compromete a estrutura. Por isso, deve haver cuidado constante e durante todo o ano, não só nas temporadas em que se usa mais a piscina. O tratamento da água deve acontecer semanalmente. Também, é importante sempre revisar os equipamentos para evitar dores de cabeça.

Como decorar uma casa com piscina?

Antes de falarmos acerca da decoração, vamos apontar um equipamento a ser levado em conta: o aquecedor. Ter uma piscina com aquecimento é essencial para fazer uso em dias mais frios, além de ser um interessante adendo. E, caso você esteja pensando na conta de luz, saiba que há a possibilidade de instalar painéis de energia solar, que ajudam a esquentar a água sem estourar as contas de casa.

O paisagismo é uma das opções de decoração utilizadas em áreas de piscina, pois ajuda na sensação térmica e ainda deixa a casa com piscina mais bonita e bem decorada.

Uma boa iluminação e um piso antiderrapante também são importantes para garantir conforto e segurança.

Outro ponto é não instalar árvores muito grandes (por causa das raízes) ou que soltam muitas folhas por perto.

Piscina compartilhada

Além disso, ainda há uma alternativa para ter piscina bem perto de você, viável para quem mora em condomínios. A piscina em condomínio é uma forma de aproveitar o lazer entre família e amigos do condomínio, além de tirar das suas mãos a responsabilidade pela manutenção. No entanto, é importante lembrar que alguns prédios restringem a utilização da piscina por visitantes.

Mais uma vez é necessário avaliar se uma casa com piscina é uma opção viável para você. Por isso, analise os fatores acima antes de tomar qualquer decisão. Lembre-se que existem dois lados: o das vantagens e o das desvantagens, que podem ser fatores decisivos.

Ah, e claro: se você está em busca de um imóvel ideal para seu perfil (com ou sem piscina), você pode encontrá-lo no portal Casa Mineira! Dê uma olhada nas opções disponíveis e escolha o melhor para você.

encontre-seu-apartamento