Fotografia imobiliária: como fazer fotos incríveis de imóveis e vender mais

Quer anunciar imóveis, mas não sabe como fazer uma boa fotografia imobiliária? Confira as oito dicas que separamos para você.

Ao anunciar imóveis é preciso se atentar a uma série de fatores. Um deles, que se configura como um dos mais importantes, é a fotografia imobiliária. Mesmo que muitos não entendam sua importância, as fotos podem tanto valorizar o imóvel, como também causar o efeito contrário. Portanto, a fotografia imobiliária é um fatores de mais peso em anúncios de aluguel ou venda de imóveis. 

Atualmente, muitos procuram um imóvel em anúncios online, acessando diversos sites de imobiliárias ou portais de imóveis em busca das opções que mais se encaixam em seus padrões e necessidades. Após uma pesquisa prévia e primeira peneira, o cliente entra em contato com a imobiliária para adquirir mais informações. É nesse momento, das primeiras pesquisas, que deve-se usar as fotos para valorizar o imóvel. Investir em uma boa fotografia imobiliária pode ser o diferencial para conquistar a atenção e o gosto dos clientes.

Como conseguir boas fotos para anúncios? 

Para conseguir boas fotos de imóveis, não é preciso, necessariamente, contratar um fotógrafo profissional. Contudo, é de suma importância conhecer algumas técnicas. Outro fator importante é conhecer o perfil do seu público alvo, como seus gostos e preferências.

Em geral, um bom smartphone já consegue tirar boas fotos de imóveis. Mas, para conseguir um resultado satisfatório, não basta apenas um smartphone com boa câmera; é preciso ir além.

Uma fotografia imobiliária de qualidade pode fazer toda a diferença na captação de clientes. Por esse motivo, as fotos escolhidas para anunciar imóveis não devem somente mostrar o que está em oferta, mas devem gerar no cliente o desejo de saber mais informações sobre o imóvel e de agendar uma visita presencial.

A fotografia imobiliária deve fazer uma boa apresentação do imóvel, além de chamar a atenção dos clientes. Mas, também é importante que as fotos para anúncio transmitam a noção verdadeira do tamanho e do estado de conservação dos ambientes e do imóvel como um todo. Dessa forma, será mais fácil despertar a curiosidade do cliente e conseguir, por fim, chegar ao contrato de compra ou aluguel. 

Leia Mais: 3 Dicas para preparar seu imóvel para as fotos antes de anunciá-lo

Para que essa estratégia seja efetiva, alguns detalhes devem ser levados em consideração. Confira as técnicas e dicas práticas que vão ajudar no momento de tirar uma fotografia imobiliária e veja a diferença que isso vai fazer em seus resultados.

Oito dicas para tirar a fotografia imobiliária ideal

1. Planejamento

A primeira coisa a ser feita antes de tirar a fotografia imobiliária é planejar. O planejamento é muito importante em qualquer atividade profissional, e um planejamento bem feito vai agregar bastante nas fotos para anúncios.

Comece definindo qual a ordem em que os cômodos serão fotografados. Depois, investigue como a luz solar incide sobre o imóvel no horário em que você irá tirar a foto. Por último, defina os cômodos que irão precisar de organização ou, até mesmo, reformas.

O mais importante é saber o que precisará ser fotografado, para não deixar nada passar. Nesse caso, um check-list pode ajudar.

2. Limpe e organize o ambiente

Antes de tirar fotos de imóveis, é preciso limpar e organizar o ambiente. Uma casa com chão sujo, teias de aranha no teto e paredes arranhadas não terão sucesso algum. Por outro lado, uma casa limpa, com os objetos organizados e no local correto irá causar uma boa impressão.

3. Escolha um bom ângulo, que favoreça os espaços

Procure fazer as fotos de um ângulo que favoreça cada ambiente. Existem alguns truques utilizados por fotógrafos profissionais para dar amplitude aos espaços, como a regra dos terços, que consiste em enquadrar de forma vertical ou horizontal o que será fotografado.

Para ter a garantia de que você conseguirá, pelo menos, uma boa fotografia de cada cômodo, o conselho é tirar diversas fotos de vários ângulos e posições diferentes. Dessa forma, você vai abranger cada canto e detalhe do imóvel.

4. Tenha uma iluminação adequada

Uma iluminação adequada é muito importante para conseguir imagens de qualidade. Aqui, a dica é evitar o uso do flash e explorar a luz natural a seu favor. Avalie e defina quais os melhores horários para conseguir uma boa iluminação natural. Alguns profissionais consideram as primeiras e as últimas horas do dia (antes do pôr do sol) como as com melhor iluminação natural, ideais para fotografar ambientes fechados.

Importante enfatizar que cada imóvel tem suas próprias características. Portanto, antes de tirar fotos de imóveis, você deve descobrir em qual período do dia o local fica mais iluminado. A partir de então, procure sempre fotografar nesses horários para utilizar a iluminação natural a favor da fotografia imobiliária.

Se o caso forem ambientes nos quais a iluminação não é tão boa, uma opção é utilizar equipamentos de iluminação.

5. Atente para a composição da imagem

A composição da foto é tudo o que compõe a imagem, literalmente. Na fotografia imobiliária a composição é o enquadramento, as paredes, janelas e móveis (no caso dos imóveis mobiliados). Observe cada elemento que está aparecendo na imagem e veja se eles estão agradáveis ao olhar. 

Preste bastante atenção para não cometer a falha de mostrar tudo em somente uma foto.  

6. Cuide da qualidade da imagem

A qualidade é de suma importância, afinal, fotos borradas, tremidas e sem foco não são boas fotos para anúncios e não devem ser usadas de forma alguma. Não é preciso contratar um profissional para tirar as fotos, mas é necessário cuidar da qualidade da fotografia imobiliária. Fotos sem qualidade, mal tiradas, podem acabar trazendo o efeito contrário e afetar negativamente a imagem do anúncio.

Se você for fotografar com smartphone, use sempre a lente traseira, pois a lente frontal tem qualidade inferior, com, geralmente, menos da metade da qualidade da câmera de trás.

7. Faça a edição das fotos

Depois de selecionar as fotos de imóveis tiradas, é hora de editá-las. A edição de fotos vai polir e melhorar as fotografias imobiliárias, deixando-as com um aspecto mais profissional.

8. Destaque os diferenciais do imóvel

Já que a fotografia imobiliária será usada de maneira a atrair e prender a atenção do cliente, o ideal é que ela mostre o que o imóvel tem de melhor. Os anúncios devem ter fotos para valorizar o imóvel. Assim, se há algum diferencial, não deixe de fotografá-lo. Pode ser um terraço, uma churrasqueira, lareira, closet etc.

Fotografia imobiliária: fotos 360º

As fotos 360º podem ser uma boa alternativa para as tradicionais fotografias imobiliárias. Elas podem oferecer ao cliente uma ideia mais ampla e realista acerca do imóvel, além de proporcionar uma experiência mais próxima de uma visita.

Algumas vantagens das fotos 360º são:

  • Valoriza o anúncio;
  • Oferece uma experiência diferenciada;
  • Diminui o tempo gasto nas fotos para anunciar imóveis (já que não é preciso tirar e tratar muitas fotos);
  • É um componente inovador.

Conclusão

Se você utilizar ao menos algumas das dicas e técnicas apresentadas, certamente conseguirá fotos para valorizar o imóvel. Assim, será possível alcançar a qualidade necessária. 

Além de uma boa fotografia imobiliária, o parceiro certo faz toda a diferença ao anunciar imóveis. Conheça a Casa Mineira e veja como é fácil anunciar conosco.

anunciar meu imovel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *