Furar parede: cuidados e dicas na hora dessa tarefa

Com certeza você já precisou pendurar um quadro ou uma estante em sua casa. Mas você sabia que com algumas dicas furar parede pode ser um processo muito mais simples? Confira.

Reformar a sua casa não precisa envolver grandes obras. Em alguns casos basta quadros e objetos decorativos para mudar completamente o visual da sua casa. Contudo, em alguns casos pode ser preciso furar parede para instalar esses novos objetos. Mas não precisa se assustar com essa possibilidade, furar a parede pode ser mais simples do que você imagina. Neste artigo você vai encontrar dicas de ouro para não errar na hora de furar as paredes da sua casa. Confira!

Furar parede: conheça as ferramentas

O primeiro passo para não errar na hora de furar parede é entender as ferramentas que você vai precisar. Além da furadeira, buchas e parafusos, pode ser necessário utilizar outros apetrechos como uma chave de fenda e um nivelador. Além disso, é importante entender como cada um deles funciona.

Parafusos e buchas

No caso das buchas e parafusos, por exemplo, é importante se atentar na hora da escolha, já que eles determinarão o tamanho da broca utilizada. Na maioria dos itens existem especificações sobre qual broca é a mais adequada. Além disso, na maioria dos casos, parafuso e bucha são vendidos juntos, tornando esse processo de escolha mais simples.

Caso você precise de parafusos a parte, ou opte por comprar esse item separadamente é importante testá-lo na bucha. Para isso, basta encaixar o parafuso na bucha rosqueando. Em seguida, avalie se a mesma, no centro, ficou estufada. Esse é o indicativo de que você acertou na escolha.

Furadeira

Existem no mercado diversos modelos e marcas de furadeiras, mas é importante lembrar que nem todas podem ser utilizadas para furar parede. A ideal para esse trabalho é chamada de furadeira de impacto. Isso porque, além de furar, essa ferramenta precisa pressionar a broca contra a parede.

Para saber se a furadeira é de impacto basta verificar o topo da ferramenta. Na maioria delas haverá desenhos ou indicadores que mostram uma marreta ou um martelo desenhados para alterar a função para impacto. Além disso, é possível sempre verificar o manual e checar se a sua furadeira possui essa funcionalidade. Outro ponto é que furadeiras com suporte para a outra mão com limitador necessariamente será uma furadeira de impacto.

Brocas

Além de uma furadeira adequada para furar parede é importante ter uma broca correta para o serviço. Muita gente acaba cometendo o erro de utilizar o mesmo tipo de broca para diferentes serviços, mas isso pode acabar trazendo problemas. A broca correta para concreto é aquela que conta com um metal diferente na ponta, com um diâmetro maior do que o restante da broca.

Ao furar uma parede a broca utilizada precisa ter o diâmetro certo. Uma broca de 10mm vai suportar maiores pesos, enquanto uma broca de 6mm ou 8mm suporta pesos mais leves. E lembre-se sempre que seu parafuso precisa ser do tamanho da broca, então se for usar uma de 8mm o parafuso também deve ter 8mm.

Dicas para furar parede

Furar parede não precisa ser nenhum bicho de sete cabeças. O processo normalmente é rápido e pode fazer pouca bagunça se você se prevenir. Contudo, é importante que ele seja feito por alguém que conheça todos os detalhes como por exemplo a composição da sua parede, onde será feito o furo e qual a sua profundidade.

A composição da parede

Conhecer o tipo de parede que será furado é muito importante. É essa informação que nos ajudará a definir a broca ideal. Isso acontece porque existem no mercado modelos específicos de brocas, ideais para superfícies como metal, madeira, concreto, pedras e até cerâmica. Assim, as chances de danificar ou inutilizar uma parede caso escolha a broca errada são grandes.

Onde furar

Outro ponto fundamental na hora de furar uma parede é entender a estrutura do local. Isso vai te ajudar a evitar problemas com encanamento, partes elétricas e colunas estruturais. Assim, avalie a planta baixa e os projetos de instalação da casa e baseie-se neles para evitar erros como danos severos às instalações.

Caso não seja possível obter esses documentos com facilidade, a dica é verificar se existe alguma instalação elétrica como interruptores ou tomadas na parede a ser perfurada. As mangueiras, ou melhor, os conduítes que protegem a instalação elétrica, muito provavelmente, formam uma cruz. Ou seja, imaginando uma cruz, cujo centro é o interruptor, você não deve furar a área vertical ou horizontal por onde ela passa. A mesma dica serve para registros de água e torneiras. Evite furar entre dois pontos de água ou na mesma linha (horizontal e vertical) de onde está o registro.

Profundidade do furo

Se você já conhece a composição da sua parede e onde furar é hora de definir a profundidade do furo. Ela vai variar de acordo com a espessura da superfície trabalhada. Assim, uma parede de alvenaria, por exemplo, possui em média 15 cm (9cm de tijolos e 6cm de revestimento) e por isso o ideal é furar no máximo até a metade de sua espessura. Ou seja, nesse caso o furo terá a profundidade de até 7,5cm.

Para esse trabalho você pode utilizar um medidor de profundidade e assim evitar erros. Contudo, sabemos que nem todos possuem esse equipamento e por isso é possível utilizar uma fita para marcar o limite máximo do furo. Aproxime a bucha perto da ponta da broca que ficará encostada na parede e marque com a fita deixando uma folga de 1cm.

Marque o local do furo

Marcar o local do furo antes de furar parede também é muito importante. Para minimizar possíveis erros o ideal é utilizar um nível. Hoje o mercado oferece diferentes modelos da ferramenta, do mais simples ao mais completo. Assim, basta colocar o nível no local em que você deseja furar e observar se a bolha central está bem no meio, entre suas duas linhas pretas. Isso significa que os furos vão sair alinhados. Em seguida, basta utilizar um lápis para marcar o local.

Furar parede exige proteção

Como você pode ver, furar parede não é um processo muito complexo e com a ajuda das ferramentas certas é possível realizá-lo de modo a minimizar erros. Além disso, é importante lembrar sempre de se proteger durante o processo, principalmente se você não for um profissional. Para isso utilize óculos de proteção, além de luvas para dar mais segurança ao segurar os equipamentos e protetor auricular.

Outras dicas podem ser úteis como se lembrar de não pressionar com força a furadeira contra a parede, colocar uma fita crepe em cima do ponto marcado para o furo para evitar que a broca escorregue. Além disso, para evitar muita bagunça é possível prender um recipiente com fita crepe abaixo do local do furo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.