Melhores cidades para morar no Brasil: 15 opções incríveis

Existem muitos motivos que levam as pessoas a mudarem de cidade. Entre as principais motivações estão o trabalho e o estudo. Mas, também, há quem procure um novo lugar para morar baseado na qualidade de vida, buscando as cidades mais seguras do Brasil e as que oferecem mais saúde e bem-estar.

Se vocês está a procura de um novo lar, talvez ele esteja entre as melhores cidades para morar no Brasil. Vamos lhe mostrar porque as seguintes cidades estão entre as 15 melhores. O ranking abaixo é baseado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), usado para medir a qualidade de vida na cidade. Leva-se em consideração a saúde, expectativa de vida da população, educação e renda. Curiosamente, as cinco primeiras cidades do ranking não são cidades grandes.

Melhores cidades para morar no Brasil

15º lugar: Santana de Parnaíba (SP)

melhores cidades para morar no brasil santana de parnaiba

De acordo com o último levantamento realizado pela Urban System, Santana de Parnaíba está em segundo lugar entre as cidades mais seguras do Brasil. O estudo ainda apontou outros marcos: Santana de Parnaíba ocupa a 19º posição nos quesitos melhores economias brasileiras e em tecnologia e inovação; 22º em mobilidade e acessibilidade e 24º em qualidade de educação.

A população é estimada em 139.447 pessoas, com escolarização de 97,3%. O IDH de Santana de Parnaíba é de 0,814.

Veja casas e apartamentos para alugar ou comprar em Santana de Parnaíba!

14º lugar: Araraquara (SP)

A cidade tem um dos maiores índices de educação do Brasil: 0,915, sendo a média nacional de 0,849. Ainda na área da educação, destacam-se a Universidade de Araraquara e o Instituto Federal de São Paulo.

Seus índices são 0,782 em educação, com grau de escolaridade em 98,7%; 0,877 em expectativa de vida (77,64 anos) e renda per capita de 1080,66. Seu IDH totaliza 0,815. A população de Araraquara é de 236.072 pessoas.

Veja casas e apartamentos para alugar ou comprar em Araraquara!

13º lugar: Vinhedo (SP)

A cidade nasceu a partir de uma plantação de café na região. Devido ao seu IDH, de 0,817, Vinhedo é uma das cidades que mais atrai migração de pessoas vindas de diversas partes do país.

Localizada a 75 km da capital paulista, a cidade é conhecida por um alto número de condomínios com residências de alto padrão. Tem sido eleita como uma das cidades mais seguras do Brasil. Uma de suas maiores atrações é a Festa da Uva de Vinhedo.

A cidade possui cerca de 78.728 pessoas, com escolarização de 97,5% e 1493,32 de renda per capita.

Veja casas e apartamentos para alugar ou comprar em Vinhedo!

12º lugar: Valinhos (SP)

Parte da Região Metropolitana de Campinas, o IDH de Valinhos é de 0,819. Sua população de 129.193 habitantes possui expectativa de vida de 76,01 anos.

O município de Valinhos foi fundado há 121 anos e tem como principais atividades econômicas as áreas de serviços, indústria, agropecuária e agroturismo (mais recente).

Valinhos é conhecida por suas belezas naturais, como as matas nativas e suas cascatas.

A renda per capita de Valinhos é de 1570,91 reais e o grau de escolarização das crianças de 6 a 14 anos é de 97,2%.

Veja casas e apartamentos para alugar ou comprar em Valinhos!

11º lugar: Brasília (DF)

Capital do Brasil, Brasília é conhecida como a primeira cidade completamente planejada no país. Foi construída por meio de um plano urbanístico desenvolvido pelos arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa. A cidade foi construída em formato de avião, com base no que ficou conhecido como “Plano Piloto”. Brasília é considerada a maior cidade construída no século XX. Seu planejamento fez com que os prédios residenciais ficassem localizados em grandes áreas urbanas.

Brasília é considerada a terceira maior cidade em número de população, estimada em 3.015.268 pessoas. Além disso, é uma das mais miscigenadas e possui alta expectativa de vida: 77,35 anos. Sua escolarização (crianças de 6 a 14 anos) é e 97,5% e seu IDH é de 0,824. Já sua renda per capita totaliza os 1715,11 reais.

Veja casas e apartamentos para comprar ou vender em Brasília!

10º lugar: Vitória (ES)

Vitória, capital do estado do Espírito Santo costuma ser destaque em listas das melhores cidades para se morar no país. Em 2015 a ONU (Organização das Nações Unidas) classificou a cidade como a segunda melhor do litoral do país. Isso se deve à qualidade de sua educação, expectativa de vida e renda dos moradores.

A cidade ainda se destaca quanto a sua infraestrutura. Sendo a melhor de toda a região sudeste, Vitória favorece o crescimento de pequenas e médias empresas. Com cerca de 360 mil habitantes, ela é a cidade ideal para quem busca um clima subtropical típico do litoral. Além disso, ela é bastante arborizada e possui diversos parques e alternativas de lazer ao ar livre. Mesmo com ares de interior a cidade é bem desenvolvida e é uma ótima opção para quem deseja morar perto da praia.

9º lugar: Campinas (SP)

Campinas fica a 98km da capital e se destaca por ser um dos maiores polos comerciais e industriais do país. Sua população chega a 1,1 milhão de habitantes o que lhe concede o título de 3ª cidade mais populosa de São Paulo. Além disso seu impacto econômico é enorme: só Campinas representa 1% de todo o PIB do país. Isso é quase o equivalente ao PIB de países como Bolívia e Paraguai. Campinas também é famosa por abrigar a prestigiada Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), representando 10% de toda a produção científica nacional, se destacando como o 3º maior polo de pesquisa e desenvolvimento do país.

Campinas possui um aeroporto internacional, grandes edifícios e extenso parque industrial. Contudo, também é possível desfrutar de locais tranquilos. A cidade é o ponto de equilíbrio entre uma ótima infraestrutura e modernidade sem renunciar a momentos de lazer junto a natureza em parques e planetários.

8º lugar: Taubaté (SP)

A cidade de Taubaté se situa próxima a região de São José dos Campos, dentro do Vale do Paraíba. Destaca-se elo desenvolvimento do comércio e da indústria. Os segmentos de atacado e varejo, por exemplo, geram mais de 400 mil empregos em toda a região. Com 320 mil habitantes, Taubaté abriga m importante polo industrial com empresas como a Volkswagen, LG e Embraer. Com boa qualidade de vida para os moradores, a cidade se desenvolveu em setores como o de serviços e tem aumentado sua população adulta acessando o Ensino Superior.

7º lugar: Curitiba (PR)

A melhor capital para se morar no Brasil fica no Paraná. Curitiba se destaca na saúde de seus habitantes, por suas áreas verdes já que conta com mais de 30 bosques e parques, além de ser uma cidade bastante desenvolvida, ocupando a 5ª posição entre os municípios com maior PIB do país. O empreendedorismo tem bastante força na capital paranaense o que atrai milhares de jovens projetos de incentivo a startups.

Curitiba também se destaca quanto a sustentabilidade. Tida como a cidade mais sustentável da América Latina, a cidade apresenta bons investimentos em construção de áreas verdes e governança ambiental global, reduzindo a emissão de gases de efeito-estuda na atmosfera.

6º lugar: Franca (SP)

Franca possui uma localização bastante estratégica: na região nordeste do estado de São Paulo e entre outros dois grandes polos econômicos como o Rio de janeiro e Belo Horizonte. Isso facilita e muito o intercâmbio comercial entre as capitais. Ademais, Franca está localizada próxima a Ribeirão Preto, uma das cidades mais ricas do estado. A cidade é conhecida por gerar milhares de empregos e abrigar a principal escola de basquete do Brasil.

Nos últimos anos, Franca tem desenvolvido bastante o setor de turismo, principalmente turismo náutico, de pesca, ecoturismo e aventura, por estar em uma região próxima aos Grandes Lagos, na divisa com o estado de Minas Gerais.

5º lugar: São José dos Campos (SP)

Região bastante atrativa para quem deseja migrar para uma cidade próxima da capital paulista São José dos Campos está localizada a 84 km da cidade de São Paulo e seu processo de industrialização começou nos anos 1950, atraindo operários em massa que contribuíram para seu desenvolvimento. A cidade abriga a instalação de grandes empresas, como General Motors, Embraer e Petrobrás, diversificando sua economia e atraindo milhares de trabalhadores de toda a cidade. A cidade é, atualmente, o mais importante polo tecnológico da América Latina, abrigando o Centro Tecnológico de Aeronáutica (CTA) e o importante Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

4º lugar: Piracicaba (SP)

Piracicaba se localiza a 150 km da capital de São Paulo, possui uma população estimada de 410 mil pessoas e é conhecida por ser uma das primeiras cidades do país a se abrir para a industrialização após a decadência do ciclo do café e da cana-de-açúcar. Isso permitiu que a cidade se estrutura-se, com a construção da Rodovia do Açúcar, que faz a ligação da cidade com a Rodovia Castello Branco, servindo como rota para expandir seu alcance para novos distritos industriais.

3º lugar: São José do Rio Preto (SP)

Mais uma cidade paulistana, São José do Rio Preto possui uma população de 465 mil pessoas e fica a 442 km de distância da capital de São Paulo. Considerada a maior produtora de borracha do Brasil, a cidade não limita sua produção a isso. Com foco no agronegócio, ampla estrutura na área da saúde, baixas taxas de violência e bons índices de educação, São José do Rio Preto tem atraído cada vez mais paulistanos que buscam uma cidade com boa infraestrutura de empregos, saúde, educação e segurança.

2º lugar: Jundiaí (SP)

A cidade de Jundiaí localiza-se no interior do estado de São Paulo e também apresenta ótimos índices de educação e saneamento. Embora seja conhecida como uma cidade pequena, com 423 mil pessoas, Jundiaí é a 8ª maior economia do estado de São Paulo, abrigando um parque industrial com mais de 500 empresas, incluindo gigantes como Coca-Cola, Kraft Foods, Ambev, entre outras, gerando oportunidades de emprego para milhares de pessoas da cidade.

1º lugar: Maringá (PR)

Ao colocar na balança fatores como índices de educação, saúde, segurança e sustentabilidade a cidade de Maringá é a campeã. No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ensino fundamental, sua nota foi maior que a média dos 100 municípios do país analisados. Isso mostra que a cidade está bem-preparada para o ensino básico, tornando-se uma ótima opção para quem quer dar educação de qualidade para os seus filhos. Com 430 mil habitantes, Maringá também se destaca por seus empreendimentos imobiliários e tem avançado bastante no abastecimento de energia solar.

As 10 cidades mais perigosas do Brasil

Todos os anos, a Organização de Sociedade Civil Mexicana Segurança, Justiça e Paz, realiza um levantamento com as cidades mais perigosas do mundo. Abaixo, acompanhe a lista de acordo com o último levantamento, feito em 2018, com as 10 cidades mais perigosas do Brasil. A periculosidade é calculada baseada na taxa de homicídios para cada 100 mil habitantes.

  1. Natal (RN): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 102,56;
  2. Fortaleza (CE): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 83,48;
  3. Belém (PA): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 71,38;
  4. Vitória da Conquista (BA): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 70,26;
  5. Maceió (AL): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 63,94;
  6. Aracaju (SE): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 58,88;
  7. Feira de Santana (BA): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 58,81;
  8. Recife (PE): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 54,96;
  9. Salvador (BA): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 51,58;
  10. João Pessoa (PB): Taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes: 49,17.

Melhores cidades do mundo

Todos os anos, a Mercer divulga um ranking contendo as melhores cidades para se morar no mundo. São analisadas 231 cidades, focando, principalmente, na qualidade de vida e em fatores como opções de lazer, moradia, ambiente econômico, disponibilidade de bens de consumo, transporte público, atmosfera política e social, condições naturais da região, ambiente sócio-cultural, educação, considerações médicas e de saúde.

Em 2019, a capital da Áustria, Viena, ocupou o primeiro lugar pelo décimo ano consecutivo. 

  1. Viena, Áustria
  2. Zurique, Suíça
  3. Vancouver, Canadá
  4. Munique, Alemanha
  5. Auckland, Nova Zelândia
  6. Düsseldorf, Alemanha
  7. Frankfurt, Alemanha
  8. Copenhague, Dinamarca
  9. Genebra, Suíça
  10. Basileia, Suíça

Na lista, encontram-se as seguintes cidades brasileiras:

  • Brasília (107º lugar);
  • Rio de Janeiro (118º lugar);
  • São Paulo (119º lugar); 
  • Manaus (127º lugar). 

Conclusão

Todas as pessoas buscam por segurança, saúde, educação, conforto e qualidade de vida. E, claramente, os fatores citados acima influenciam em suas escolhas. Mas, antes de mudar-se de cidade, vale a pena pesquisar mais a fundo sobre as possibilidades que você têm à mão.

Se você estiver decidido a se mudar, é necessário ter bem claro questões sobre documentação de aluguel de imóveis. Saiba mais e tire todas as suas dúvidas sobre os documentos necessários para alugar um imóvel.

encontre apartamentos para alugar ou comprar

7 respostas para “Melhores cidades para morar no Brasil: 15 opções incríveis”

  1. Tarso disse:

    Coloque a data que foi realizada esta pesquisa.

  2. Alicio carlos disse:

    Muito boa todas informaçoes, obrigado.

  3. AMO TODAS AS CIDADES DO BRASIL NAO É ATOA QUE ELE É LINDO POR NATUREZA E TEM UM GRANDE CORAÇAO QUE ACOLHE TODOS QUE CHEGAM NO NOSSO PAIZ ELE É ABENÇOADO POR DEUS SEMPRE É POR ISSO QUE DEVEMOS CUIDAR BEM DO NOSSO PAIZ COM TODO AMOR E CARINHO PROTEGENDO A NATUREZA E OS ANIMAIS SE CADA UM FAZER SUA PARTE TODOS NOS GANHAMOS E A TERRA AGRADECE E O BRASIL MAIS AINDA BEIJOS A TODOS CUIDEM O NOSSO PAIZ

  4. Thaisa disse:

    Engraçado, né? Só presta pra morar no Brasil no trecho sul e Sudeste? E os piores lugares ficam no nordeste é uma na região norte. Cadê a violência das favelas do RJ, das balas perdidas dos morros, da criminalidade da capital paulista. Me poupe!

  5. LUCAS PEREIRA CRUZ disse:

    Artigo interessante e com dados bem precisos

  6. Carmem Lúcia Jordão Rocha e peço disse:

    Amei conhecer os resultados. Eu procuro as melhores cidades de Minas Gerais. Além de todos os pontos pontuados gostaria de me decidir em cidades de MG/Brasil.

  7. Geraldo disse:

    TEM ALGO ERRADO?!
    Veja esta outra lista dos municípios mais violentos
    Posição Município (com 100 mil
    ou mais habitantes) UF Total MVI em 2020 Taxa por 100 mil habitantes
    1 Caucaia CE 360 98,6
    2 Cabo de Santo Agostinho PE 188 90
    3 Feira de Santana BA 557 89,9
    4 Simões Filho BA 122 89,8
    5 Maranguape CE 103 79
    6 Maracanaú CE 180 78,4
    7 Santo Antônio de Jesus BA 78 76,2
    8 Camaçari BA 231 75,9
    9 São Gonçalo do Amarante RN 74 71,4
    10 Vitória de Santo Antão PE 93 66,6
    TOTAL Brasil – 50.033 23,6
    Fonte: Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021

    Em termos de estado, o anuário aponta para Ceará, Bahia, Sergipe e Amapá, respectivamente como os locais onde se registrou maior número de mortes violentas durante a pandemia. Já Rio de Janeiro é o estado com o maior número de municípios com altas taxas de MVI. Em seguida vem a Bahia, com 17 cidades cujas taxas estão acima da média nacional.
    É a primeira vez que o Anuário Brasileiro de Segurança Pública traz dados sobre os municípios mais violentos do

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.