Prado
Central de vendas:0312536 9000
Central de locação:0313285 3005

Bairro Prado

Belo Horizonte

 

 

HISTÓRIA

Sabe quando um lugar tem tanta história pra contar acerca de sua origem que acaba quase virando um grande museu a céu aberto? Assim podemos dizer que é o Prado, bairro cheio de passagens louváveis dentro da própria história de Belo Horizonte, de forma figurativa e literal.

Você vai conhecer hoje um pouco mais desse pedaço de BH que é acolhedor e vanguardista desde sua oficialização, em 1909.

Tradicional e imponente, com ruas que remetem, em sua maioria, a nomes de minério, o Prado tem uma origem que se liga à fundação da capital mineira, uma vez que sua famosa Rua Platina foi o caminho por onde passavam as carroças trazendo os materiais de construção necessários para construir nossa cidade por dentro da Avenida do Contorno.

 

 

 

Também é do bairro o primeiro hipódromo de Belo Horizonte, chamado Prado Mineiro – que serviu de inspiração para o nome da localidade, ainda que o prefeito que tenha inaugurado oficialmente o bairro se chamasse… Prado Lopes.

Só isso já mostraria o quanto o Prado é ligado ao novo, mas a vanguarda intrínseca a seu CEP não para por aí: foi do hipódromo que decolou o primeiro voo oficial de avião em Belo Horizonte, pelas mãos do piloto italiano Ernesto Darioli. Um feito e tanto, se pararmos para pensar que a população mineira só tinha visto esse meio de transporte, até então, nas telas do cinema.   

Durante seus mais de cem anos de existência nota-se que o Prado mudou bastante: ao invés de carroças, avenidas e ruas repletas de carros; no lugar do hipódromo, um campo de futebol onde eram até disputados jogos do Campeonato Mineiro. Até o campinho “evoluiu” em sua importância para o bairro, quando deu lugar à construção da Academia de Polícia Militar de Minas Gerais, um dos principais pontos de referências locais, e de suma importância para a corporação no estado.

Ainda que tenha sempre mirado para o progresso, conseguimos ver até os dias de hoje no Prado alguns sinais de sua alma interiorana, de alma leve e vontade de viver bem. Da origem no início do século passado ficou seu traçado irregular, que contém um quê charmoso, muitas casas com jardins e quintais, mostrando que nem tudo em uma grande cidade é sobre verticalização, e a tranquilidade dos moradores do bairro, que são, em sua maioria, de classe média.

Mas lá vai o Prado, ao infinito e além. Com seu crescimento constante e sua ótima localização, o bairro tem se tornado a primeira opção de moradia para quem quer estar dentro de Belo Horizonte mas, ainda assim, conseguir se desconectar da correria do dia a dia com um clima mais interiorano.

É esse cenário, ao mesmo tempo bucólico e moderno, que você vai conhecer, em detalhes, a seguir. Vai ser difícil não se apaixonar pelo que lê, principalmente se você acha que um bairro com cultura arraigada é o melhor lugar para se formar uma família.

PRINCIPAIS ATRAÇÕES

Localizado na região oeste de Belo Horizonte, o Prado é facilmente referenciado por estar entre as Avenidas do Contorno, Amazonas e Tereza Cristina. Faz fronteira com outros nomes importantes da cidade, como Barroca, Carlos Prates, Barro Preto, Calafate e Gutierrez.

Em seu interior têm destaque as ruas Platina e Turquesa, além da Avenida Francisco Sá e as próprias Amazonas e do Contorno, que também cortam o Prado, com alto movimento comercial e residencial.

A proximidade com essas importantes avenidas e a alta quantidade de ruas de referência conferem aos moradores do bairro maior facilidade de deslocamento através do transporte público, como você poderá conferir a seguir.

QUALIDADE DE VIDA

A história do Prado parece bem agitada, mas sua realidade é bastante pitoresca, tanto quanto um bairro de cidade grande pode ser. A vizinhança é tranquila e majoritariamente constituída da população da terceira idade, ainda que o público tenha sido renovado gradativamente através da verticalização.

Indo na contramão da poluição metropolitana, o Prado é bem arborizado, contando com a presença de árvores altas, de copas grandes, que fazem sombra durante boa parte do dia. Nas épocas mais quentes, onde a cidade fica com o clima pesado, as árvores do Prado garantem maior conforto à população que por ali passa.

Além disso, as ruas são calmas, estreitas e repletas de paralelepípedos, mostrando que a modernidade é bem vinda, mas o passado ainda vive em harmonia com os habitantes do bairro.

Se vive melhor quem se diverte, podemos concluir que vive-se muito bem no Prado: aconchegante, o bairro tem muitas butiques, restaurantes e bares que preenchem a vida social das pessoas que o escolhem como residência.

Em questão de saúde e bem estar, os moradores são convidados não só a caminhar pelas ruas arborizadas como, também, a melhorar seu condicionamento físico em clubes, como o Clube dos Oficiais, e em praças, como a Eugênio Zucheratto, espaço de convívio entre vizinhos no Prado.

A Polícia Militar de Minas Gerais tem por lá seu Centro de Equoterapia, o único em todo o estado que promove atendimento gratuito a portadores de doenças graves como paralisia cerebral, esclerose generalizada e retardo mental. Também são atendidos de forma gratuita no bairro portadores de atrofia muscular, coluna bifada, pacientes que sofrem com o efeito da Thalidomia ou que já tiveram ou têm enfarte, cegueira, surdez ou autismo.

O Centro de Equoterapia também promove assistência a pessoas portadoras de necessidades especiais – e o bairro vê como uma prioridade o acesso irrestrito e livre trânsito de cadeirantes.

CULTURA, LAZER E TURISMO

O Prado efervesce de cultura, lazer e tradições que se moldam aos novos tempos, ainda que isso pareça pouco provável.

É no bairro, por exemplo, que se encontram as sedes do Tambor Mineiro, da Mimulus Cia de Dança, da Escola de Dança Rodrigo Delano e do Spasso Circo, além do Clube do Oficiais da PM, que recebe, além de atividades esportivas, shows de música e peças de teatro.

E, com esses estabelecimentos, a diversão está só começando: um dos grandes atrativos para o público externo, e que movimenta a vida noturna do bairro, é a presença de inúmeros bares.

De todos os bares e restaurantes de que o bairro dispõe, alguns se destacam por sua criatividade e, outros, por sua tradição. O Dow Jones, por exemplo, é um bar com conceito diferente, baseado nos altos e baixos da bolsa de valores: quanto mais você consome a bebida de uma determinada marca, mais barato ele fica com o passar dos drinks. Já no quesito tradição podemos destacar o famoso Samba do Prado, o torresmo inconfundível do Bar da Praça e o pé de moleque diferenciado do Quintal do Prado.

Mas, como é comum em Minas Gerais, o sagrado e o profano estão sempre dividindo espaços. No Prado, a profissão de fé pode ser feita em várias vertentes diferentes, que vão desde a Igreja Cura D’Ars, construída por padres italianos e elevada à Basílica Menor pelo Papa João Paulo II (a única em BH com esse título), até templos de outras religiões e estilos de vida, como a Associação Espírita Célia Xavier e o Templo Hare Krishna.

Esses templos e igrejas são pontos de referência, além do próprio Clube dos Oficiais que, embora não tenha caráter público, é um dos pontos mais frequentados da região. A propósito, a Academia da Polícia Militar, como um todo, é um dos grandes orgulhos do Prado.

Por ser uma das maiores APMs do Brasil, ela recebe alunos de outras cidades de Minas e, também, do Brasil, mantendo em alta a diversidade cultural em seus arredores.  

Dentro dela está alocada a Academia de Letras João Guimarães Rosa, considerada a associação cultural mais importante da Polícia Militar, aberta à comunidade, cuja biblioteca é rica em referências de filosofia, principalmente tomista. O acervo também conta com raros e distintos livros sobre a história do estado de Minas Gerais.

A PM tem também sua própria Orquestra Sinfônica nas dependências de sua sede no Prado, que é a única orquestra policial do Brasil, mostrando mais uma vez que o bairro continua na vanguarda dos acontecimentos nacionais, principalmente quando estão relacionados à cultura. A própria sede policial do Prado pode abriga o Museu da Polícia Militar de Minas Gerais, com todo o acervo histórico da corporação.

Crianças que sonham com o escotismo mirim podem procurar a Academia da PM, que mantém dentro de suas instalações o 149o Grupo Escoteiro Alferes Tiradentes (GEAT).

Outros locais de destaque no bairro, e que ajudam a manter em alta seu peso cultural para a cidade, são as instituições de ensino que têm seu CEP no Prado, como a Escola Estadual São Bento, os colégios Polimig e Tiradentes (Unidade Nossa Senhora das Vitórias) e as Faculdades de Minas Gerais (FAMINAS) e Estácio de Sá.

SERVIÇOS

Apesar de ser um bairro majoritariamente residencial, o Prado oferece a seus moradores toda a sorte de possibilidades comerciais, concentradas, principalmente, nas ruas Platina, Turquesa e Turfa e na Avenida Francisco Sá.

Atualmente, os moradores encontram opções como drogarias Araújo e Raia, Supermercados BH, Epa, muitas butiques, salões de beleza e bares, além de fábrica de uniformes e unidades das empresas Rodoban e Prossegur. Também fazem parte dos serviços ofertados no bairro agências bancárias, a editora Bernoulli e diversas indústrias de confecções de moda – transformando o Prado, cada vez mais, em um dos principais centros de concepção e venda de moda de Belo Horizonte.

Para os moradores, a grande vantagem é o acesso rápido e fácil, muitas vezes feito a pé, a todos esses serviços. E, pelo visto, a situação tende a melhorar: está previsto para começar a operar em 2020 o Prado Shopping, um centro de compras com capacidade para 179 lojas, com 26 diretamente destinadas à alimentação, seis salas de cinema, seis quiosques e estacionamento para quase 1300 vagas.

Ou seja: se ainda faltava alguma referência comercial no Prado, é possível que em poucos anos não falte mais.

 

TRANSPORTE

O Prado está muito bem localizado e isso garante melhores possibilidades de deslocamento através de Belo Horizonte, principalmente no que diz respeito ao transporte público.

Para começar, o bairro conta com uma estação de metrô em seus arredores, que é a Estação Calafate. Além disso, duas linhas de ônibus passam pelo meio do bairro, a 2103 (Prado/Anchieta) e a 9210 (Santa Tereza/Prado), contemplando a ida ao Centro, onde muitas outras opções são possíveis. Outras linhas interessantes para quem mora no Prado são o S41 (Conjunto Califórnia/Prado) e o SC01A, que passa por toda a Avenida do Contorno.

Compra e aluguel de imóveis no bairro Prado

Quer comprar, alugar ou vender um imóvel no Prado? Então a sua melhor opção é a Casa Mineira. Conheça a filial responsável pelo bairro:

 

Unidade Gutierrez

 

 

POR QUE VALE A PENA?

Apesar de ser um dos bairros mais antigos e tradicionais da cidade, o Prado conta com muitos empreendimentos novos, o que valoriza a região como um todo: quem pretende comprar um imóvel para alugar sempre conseguirá uma boa valorização no preço do aluguel.

Já para quem procura o bairro para morar, sobram vantagens: vizinhança tranquila, segurança reforçada (boa parte pela presença da Polícia Militar no bairro), oferta crescente de serviços, qualidade de vida reforçada pela alta arborização e vasto leque de espaços de convívio, boa localização, facilidade de se deslocar para outros bairros, tanto em transporte público quanto particular… tudo, no Prado, é bastante convidativo ao morador que quer enxergar Belo Horizonte por novos olhos.

Que, preferencialmente, contemplem uma vida mais saudável, tranquila e com custo benefício acessível.

É aí que mora a beleza do Prado: é possível ter todas essas características ao alcance das mãos sem, necessariamente, pagar o metro quadrado mais caro da cidade na hora de se comprometer com um aluguel ou financiamento.

Além disso, como já dissemos, o bairro está se verticalizando. Isso significa que o futuro morador do Prado pode escolher se quer morar em casa, sobrado, prédio, condomínios com lazer completo… opções é o que não faltam nesse lugar mágico dentro de Belo Horizonte.

Quem sabe você não se inspira pela vanguarda do Prado para tocar em frente seus projetos pessoais e profissionais, de forma destemida e focada? As pessoas que moram nas ruas com nome de minério garantem que essa característica de inovação constante – e mudança sempre – ainda permeiam o bairro, transformando consideravelmente sua energia.

E, na correria dos tempos modernos, isso é quase tudo de que alguém precisa para ser feliz em uma cidade grande.

Guia de bairros vizinhos do Prado

Bairro Santo Agostinho - BH