Primeiro imóvel: como escolher o ideal e evitar erros

Quer realizar o sonho de adquirir seu primeiro imóvel? Não sabe por onde começar? Neste artigo você encontra tudo que precisa saber para realizar esse investimento. Confira!

Comprar o primeiro imóvel trata-se de um investimento com alto valor monetário e por isso deve ser levado a sério. Assim, diversas questões precisam ser avaliadas, porque além do planejamento financeiro que este empreendimento exige, é necessário conhecer sobre os tipos de financiamentos e taxas de escritura e registro dos imóveis. Além disso, é importante evitar erros comuns como extrapolar o orçamento ou escolher uma imobiliária não confiável.

Como comprar o primeiro imóvel

Realizar a compra do primeiro imóvel é o sonho dos que querem sair do aluguel, além de garantir estabilidade para a família. Contudo, adquirir a casa própria envolve um planejamento financeiro a longo prazo e o entendimento de questões como o financiamento imobiliário e as taxas envolvidas no processo. Dúvidas como “quanto preciso economizar?” ou “quais as principais formas de financiamento?” são comuns entre aqueles que vão iniciar este empreendimento. Dessa forma, você pode consultar um corretor de imóveis de confiança para sanar suas dúvidas e encaminhar todo o processo.

Além disso, o ideal é conversar com pessoas que já realizaram esse tipo de empreendimento. Questione sobre as escolhas que as pessoas fizeram na época da compra e o que fariam diferente se tivessem a oportunidade. A internet também é uma ótima fonte, e blogs como o da Casa Mineira possuem informações confiáveis sobre a compra do primeiro imóvel e as burocracias envolvidas.

7 dicas para comprar o primeiro imóvel

A compra do primeiro imóvel envolve muitas questões particulares, como o orçamento disponível e as expectativas de cada comprador. Entretanto, existem pontos importantes que devem ser analisados por todos:

Escolha entre um imóvel novo ou usado

Existem hoje no mercado ótimas opções de imóveis, sejam eles usados ou novos. A escolha entre essas opções precisa levar em consideração a urgência do comprador. Caso você precise de um apartamento com urgência, pronto para morar, o ideal é optar por um imóvel usado. Em contrapartida, empreendimentos na planta costumam ser avaliados com um valor menor e pode ser uma boa opção para quem pode aguardar mais tempo para se mudar. Outro ponto a favor dos imóveis novos diz respeito à modernidade e a necessidade de poucos reparos.

Faça uma lista com as necessidades

Um ponto essencial é estabelecer uma lista de prioridades quanto ao que se espera de um imóvel. Por exemplo, casais com filhos pequenos costumam optar por localizações menos barulhentas, afastadas das principais vias com grande fluxo de veículos. Outro ponto, diz respeito aos acabamentos, para alguns compradores elementos como material do piso, armários na cozinha ou nos quartos e possibilidade de reforma são muito importantes. Ao passar esses pontos para o seu corretor ele buscará pelos imóveis que melhor atendam a eles.

Determine a localização ideal

A localização é um fator importante na hora de escolher o seu primeiro imóvel. Um imóvel bem localizado costuma possuir um valor mais elevado em relação aqueles mais afastados. Contudo, a localização ideal também depende do comprador. Algumas pessoas optam por morar longe dos centros, prezando pela qualidade de uma vida mais tranquila, enquanto outras preferem morar próximas ao trabalho ou a pontos estratégicos do transporte público como estações de metrô e pontos de ônibus. Para isso, é preciso analisar sua rotina e prioridades e assim definir o que é mais importante e cabe no seu orçamento.

Faça visitas em horários diferentes antes de fechar o negócio

Atualmente existem diversas formas cômodas de conhecer um imóvel à venda, como a visita virtual. Apesar dessas facilidades, a visita presencial é imprescindível e realizá-la em diferentes horários permite que você conheça a dinâmica da região, como o trânsito e a iluminação pública do bairro, além dos hábitos da vizinhança.

Analise a documentação do imóvel

Pesquisar sobre o empreendimento é muito importante antes de comprar o primeiro imóvel. A análise da propriedade é muito importante para garantir que ela está dentro da lei e pode ser feita pela imobiliária ou por um advogado. Este investimento pode parecer desnecessário, contudo, é fundamental para evitar problemas futuros.

Faça o planejamento financeiro

Existem várias formas de pagamento de um imóvel, porém, independente de sua escolha, é importante ter um planejamento financeiro e poupar dinheiro. Isso porque, comprar o seu primeiro imóvel demanda um investimento que vai além do valor da propriedade. Dessa forma, é essencial planejar o pagamento de taxas de transferência e documentos. Além disso, existem despesas como a mudança e em alguns casos a compra de móveis e eletrodomésticos.

Para quem vai comprar o primeiro imóvel, não existe a possibilidade de permuta do imóvel. Dessa forma, a opção por um financiamento requer a reserva de uma quantia para dar como entrada. O valor solicitado varia em torno de 30% do preço final do imóvel, contudo, quanto maior for a entrada menor será a dívida do financiamento, além de aumentar o poder de negociação com o vendedor. Desse modo, organizar as despesas é importante porque permite a análise do que pode ser economizado.

Escolha um corretor de confiança

A escolha de um bom corretor é muito importante da hora de comprar o primeiro imóvel. Eles podem ser a chave para uma compra tranquila e segura já que são especializados no mercado imobiliário, além de ser o único profissional regulamentado para intermediar transações imobiliárias. Sendo assim, é importante verificar se o seu corretor possui registro do Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECI. Além disso, o corretor imobiliário poderá sanar todas as suas dúvidas na hora da compra e ainda auxiliará nos trâmites burocráticos da documentação.

Analise o mercado

O dinamismo do mercado imobiliário deve ser levado em consideração na hora de comprar o primeiro imóvel. Ele é influenciado por diversas questões como a política e economia do país e os noticiários podem ser uma boa fonte para decidir se é o momento ideal para adquirir uma propriedade. Desse modo, é possível saber se os imóveis da sua cidade estão sendo vendidos por valores abaixo do usual e esse pode ser o momento ideal para aquisição. Além disso, as taxas de juros do financiamento imobiliário também sofrem alterações constantemente e devem ser acompanhadas de perto.

Uso do FGTS

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um direito pago pelo empregador aos trabalhadores que estão sob regime CLT. Investir esse valor na compra de um imóvel é uma ótima opção, já que os seus rendimentos são baixos. O fundo pode ser utilizado para adquirir um imóvel desde que o comprador preencha os seguintes requisitos:

  •         Ter ao menos 3 anos de carteira assinada;
  •         Não ser proprietário de imóveis a cidade em que realizará a compra;
  •         Não ter financiado nenhum imóvel pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

Primeiro imóvel: conheça as formas de pagamento

Existem várias opções de pagamento no setor imobiliário, mas se você está adquirindo seu primeiro imóvel dúvidas podem surgir. A alternativa mais vantajosa é o pagamento a vista, já que permite a negociação e obtenção de descontos. Entretanto, essa opção não atende à realidade na maioria das pessoas, que não possuem uma quantia tão alta guardada. Desse modo, os financiamentos podem ser uma solução e possuem várias opções:

Consórcio

Os consórcios são um caminho interessante para quem quer adquirir seu primeiro imóvel, mas não possui pressa para se mudar. Essa opção permite parcelar 100% do valor da residência, sem a necessidade de uma entrada. O pagamento deles é feito por meio de parcelas mensais, mas não existe a cobrança de juros apesar de cobrarem uma taxa administrativa. A desvantagem dos consórcios está justamente no tempo de entrega da carta de crédito que pode levar anos.

Financiamento bancário

Sendo a opção mais popular do mercado, o financiamento bancário acontece quando uma instituição financeira disponibiliza o crédito necessário para aquisição do imóvel. Com diversas modalidades, cada instituição possui suas regras, prazos e taxas de juros. Para analisar qual a melhor opção, a maioria dos bancos que disponibilizam esse serviço, possuem simulações online onde é possível calcular prazos, valor das parcelas e a entrada necessária.

Financiamento com a construtora

Muitas construtoras possibilitam que o financiamento dos imóveis que vendem seja feito com seus próprios recursos. Como as empresas possuem muito interesse nas vendas e o mais rápido possível, seus financiamentos costumam ser mais flexíveis que o crédito bancário. Contudo, a desvantagem para essa opção está no prazo de pagamento que costuma ser menor.

Como funcionam os descontos do primeiro imóvel

Comprar o primeiro imóvel é o objetivo e sonho de muitos e as pessoas economizam por muito tempo para realizar isso. Contudo, é importante lembrar que adquirir uma residência própria envolve custos que vão além do valor do bem. Custos como Impostos de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), taxa de escritura e de registro devem ser levados em consideração.

A boa notícia é que a compra do primeiro imóvel garante ao comprador alguns descontos nas taxas. Eles são garantidos pela Lei nº 6.941/81 que determina que o comprador tem direito a obter 50% dos custos relacionados à regularização no cartório. Contudo, existem exigências para que esse desconto seja obtido, como a compra ser concluída pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

Assim, para obter redução no valor na taxa de registro e escritura é preciso declarar que você está adquirindo seu primeiro imóvel por meio do SFH. Na maioria das vezes, o banco oferece um atestado que pode ser apresentado em cartório e os descontos do primeiro imóvel são concedidos na hora. Alguns estados do país exigem outros documentos comprobatórios e é importante verificar isso com a instituição financeira. Vale ressaltar que essa documentação deve ser providenciada antes que o pagamento seja realizado.

Principais erros na hora da compra do primeiro imóvel

Não pesquisar o suficiente

O principal erro que alguém pode cometer na hora de comprar o primeiro imóvel é não pesquisar o suficiente. Esse tipo de investimento envolve planejamento a longo prazo e por isso, as decisões não devem ser tomadas de uma hora para outra. Reúna o máximo de informações que puder, desde o valor médio do metro quadrado na região desejada e o potencial de valorização de seus imóveis.

Não se ater ao orçamento

Manter-se comprometido ao orçamento estabelecido é muito importante na hora de adquirir o primeiro imóvel. Apesar de se tratar de um ótimo investimento, fazer dívidas maiores do que pode pagar não é recomendado. Desse modo, o imóvel ideal é aquele compatível com suas finanças e vida pessoal e por isso o ideal é avaliar minuciosamente se o valor total, das parcelas, das taxas e juros cabem no seu orçamento.

Imobiliária não confiável

Adquirir o primeiro imóvel é uma transação que envolve altos valores. Dessa forma, é importante que os envolvidos na negociação sejam confiáveis e aptos para realizar as atividades designadas. Você pode checar a regularização das imobiliárias junto aos órgãos públicos ou optar por aquelas que possuem histórico e boa reputação. A Casa Mineira Imóveis, por exemplo, é a maior imobiliária de Belo Horizonte e a que mais vende imóveis prontos no Brasil. Seu portal une tecnologia e boas práticas em anúncios na internet com outras imobiliárias com forte atuação em regiões específicas do país.

Não considerar taxas e impostos

Esse é um erro bastante comum. Muitas pessoas costumam orçamentar a compra do primeiro imóvel contando apenas com o valor do bem. Contudo, muitos custos e fatores podem alterar essas expectativas, como variação das parcelas do financiamento, que não são totalmente fixas, ou as taxas, juros, impostos e custos adicionais do empreendimento.

A importância de uma boa imobiliária

A compra do primeiro imóvel envolve diversos fatores e muitas expectativas por parte dos compradores. Sendo assim, é muito importante que profissionais especializados e experientes se envolvam no processo de aquisição. Uma boa imobiliária conta com profissionais preparados para sanar dúvidas e resolver trâmites burocráticos que demandam custos extras na contratação de advogados.

A Casa Mineira conta com profissionais experientes e uma história sólida no mercado imobiliário de Belo Horizonte. Você pode procurar pelo seu imóvel no portal da imobiliária e assim filtrar preços que caibam no seu orçamento e a região que melhor te atende.

Além disso, nosso blog conta com artigos valiosos sobre o mercado imobiliário que podem te ajudar na hora de adquirir seu primeiro imóvel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *