Reformar apartamento: tudo que você precisa saber antes de começar uma obra no apê

Está pensando em reformar apartamento? Algumas dicas podem simplificar e muito o processo. confira!

Quando falamos em reformar apartamento muitas dúvidas surgem. Normalmente o preço da obra é o que mais influencia na decisão dos moradores, mas é importante destacar que outros fatores devem ser levados em consideração.

O tempo da reforma, por exemplo, é muito importante. Para evitar atrasos e seguir o cronograma é importante ter um projeto consistente e contar com uma equipe confiável. O tempo e preço de uma obra costumam ser os maiores vilões e causam muita dor de cabeça nos proprietários. Contudo, é possível tomar pequenos cuidados para minimizar esses empecilhos.

O primeiro passo é encontrar um profissional que te auxilie. Pode ser um arquiteto, design de interiores ou um engenheiro. Eles serão capazes de criar um projeto simples da maneira que você espera. Esse projeto pode demorar em média de 30 a 45 dias para estar pronto, incluindo o desenho da planta, distribuição dos móveis e partes elétrica e hidráulica da reforma. Enquanto isso, você pode se preparar para a obra em si.

Prepare-se para reformar apartamento

Reformar apartamento pode ser um desafio, principalmente para quem não sabe por onde começar. O pontapé inicial para a sua obra pode ser analisar a planta do imóvel e verificar as possibilidades para o local. O seu intuito é modernizar o ambiente? Torná-lo rústico é uma opção? É possível adaptar a sua casa para ser mais funcional? Ter essas questões em mente é importante para ter certeza do que quer.

O projeto é uma parte imprescindível para que a reforma funcione. Durante a sua produção, o profissional contratado consegue antecipar possíveis problemas que possam impedir a sua execução. Vamos supor que para reformar o seu apartamento seja necessário derrubar uma parede ou criar um banheiro para dar aos moradores mais conforto. O projeto envolverá a análise da estrutura do prédio, as instalações elétricas e hidráulicas do apartamento. Essa análise garantirá que é possível executar o projeto conforme planejado.

Outro ponto importante é conhecer as leis municipais quanto às reformas. Em São Paulo, por exemplo, é preciso que um profissional cadastrado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU) assine um documento chamado Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) antes de iniciar a reforma. Esse documento tem o objetivo de assegurar todas as partes envolvidas.

Para os casos em que um engenheiro também participa do projeto é preciso emitir a ART – Anotação de Responsabilidade Técnica. Esse é o documento que informa o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) sobre a obra. Cuidar dessas documentações está no escopo de trabalho dos profissionais e é previsto no contrato.

Plano para reformar apartamento

Como você pode ter percebido, reformar apartamento vai muito além da obra em si. Isso porque várias etapas acontecem antes do processo começar ou até simultaneamente. Contar com a ajuda de um profissional pode te poupar de muita dor de cabeça já que esses especialistas montam o que chamamos de plano de reforma.

Normalmente um plano de reforma contém a base de toda a obra. Nele é possível encontrar informações como as datas de início e fim da obra, além das ações que serão realizadas. Ali também é importante conter todos os passos da reforma em conformidade com as normas condominiais. É importante que as alterações não ofereçam riscos aos outros moradores, nem envolvam modificações estruturais no prédio.

Passo a passo para concluir uma obra com êxito

Alguns passos podem ser seguidos para que uma reforma seja concluída com êxito e com o mínimo de desvio possível do projeto.

Medições

A etapa de medição é fundamental para o êxito da obra. Reformar apartamento envolve tomar medidas precisas do espaço disponível para evitar qualquer problema na hora da execução do projeto. É a partir desse processo que o profissional contratado pode propor mudanças na planta.

Estudo e projeto

O segundo passo é realizar um estudo da planta da propriedade. Uma vez que esse estudo foi aprovado, o profissional começa a desenvolver o projeto da reforma, detalhando todas as orientações sobre os processos a serem feitos. Ele será entregue aos responsáveis pela execução da obra e será o guia durante toda a reforma do apartamento.

Aprovação do condomínio

Reformar apartamento apresenta algumas etapas diferentes de uma reforma em uma casa, por exemplo. Isso porque esse processo acontece em um espaço compartilhado por outras pessoas, outros condôminos. Para garantir o bem-estar de todos os moradores, alguns condomínios possuem regras para autorizar uma reforma. Contudo, na maioria das vezes os documentos necessários são: o plano de reforma com todos os escopos de alteração, o projeto em si, a RRT ou a ART e o cronograma da obra.

Burlar essa etapa pode gerar graves problemas. Isso porque o síndico tem o poder de barrar o andamento da sua reforma. Já pensou na dor de cabeça? Assim, para evitar atrasos procure estar em acordo com as normas de onde você mora.

Orçamento da obra

Essa é uma etapa muito importante. Após realizar o projeto o profissional te apresentará o orçamento da reforma. Ali estão previstos todos os gastos necessários para realizar a obra, desde acabamentos como porcelanatos e louças até os materiais mais básicos como sacos de argamassa e o valor da mão de obra.

O orçamento é essencial para que você entenda quanto a reforma vai te custar, além de evitar desperdício de material. Contudo, lembre-se sempre que alguns problemas podem surgir ao longo da reforma e esse valor pode aumentar, então é sempre recomendável que o valor do orçamento proposto não seja exatamente igual ao valor que você possui para investir, deixando sempre um fundo de reserva para possíveis imprevistos.

Início da obra

Após todo o preparo, desenvolvimento do plano de obra e do projeto, organização das documentações necessárias a obra enfim começa. As etapas na hora de reformar apartamento vão depender muito das mudanças necessárias, mas na maioria das vezes seguem as seguintes fases: demolição (quando necessário), instalações, acabamentos e finalizações.

Em algumas reformas é necessário demolir uma parede, armários ou outros elementos do apartamento para dar espaço a outros. Essa é a etapa que gera mais bagunça e barulho. Assim, se mantenha atento à Lei do Silêncio no seu município ou do seu condomínio, e cuide para descartar devidamente os resíduos.

Já na etapa de instalação realiza-se as alterações elétricas, hidráulicas e de ar-condicionado. Aqui também é o momento para construir qualquer alvenaria prevista no projeto. Como dissemos, tudo vai depender do que está previsto no seu projeto, mas após a demolição é quando os profissionais responsáveis farão a impermeabilização de áreas molhadas como banheiros, área de serviço e varandas. Essa é a etapa da obra que demanda mais tempo e exige maior sincronia entre os profissionais envolvidos.  

A terceira etapa é destinada aos acabamentos e costuma demandar bastante tempo também. É nela que ocorre o assentamento dos porcelanatos, a instalação dos pisos e produção das bancadas de granito. Normalmente os atrasos nas obras ocorrem porque algumas etapas demandam um tempo de espera para o início de outra. Se algo atrasa, consequentemente as etapas seguintes também atrasarão.

Por último temos a finalização. É aqui que o seu apartamento será pintado, a marcenaria montada, espelhos serão instalados e a limpeza será realizada. Também é recomendado que durante a finalização o projeto seja revisitado para garantir que nenhuma falha passou despercebida e o apartamento seja enfim entregue aos donos.

Reformar apartamento na planta

Em algumas situações os compradores podem optar por reformar apartamento na planta. Nesses casos é possível poupar muito tempo já que todas as reformas serão feitas enquanto a obra original acontece e quando as chaves são entregues você terá um apartamento feito sob medida para as suas necessidades. Mas nesse caso algumas dúvidas podem surgir como: o que fazer primeiro?

A dica é sempre contar com um profissional de confiança para fiscalizar a obra e garantir que tudo está saindo como nos planos. Outro ponto importante é garantir que o imóvel que você comprou comporta as mudanças que você deseja fazer, afinal, mesmo que esteja sendo construído, existe um projeto conjunto para que todas as unidades coexistem. Assim, diálogo é sempre a melhor opção. Converse com a construtora sobre suas expectativas e as possibilidades.

Quanto custa para reformar apartamento

Definir quanto custa para reformar apartamento é complicado. Isso porque não existe um valor fixo para o m² em um projeto. Contudo é possível chegar a alguns padrões médios para que você consiga estimar o valor da obra. O importante é se lembrar sempre que os valores variam de acordo com as características do imóvel, a abrangência da reforma, os materiais escolhidos e até o tipo de imóvel.

O valor de uma reforma dependerá bastante de uma série de fatores. Quais e quantos cômodos serão reformados? Quais os objetivos da reforma? Qual profissional você irá contratar? Contudo, podemos estimar que, no caso dos apartamentos, uma reforma completa pode custar de 30% a 50% do valor do imóvel. Em uma reforma parcial esse valor pode ser reduzido. O valor passa a ser proporcional ao tamanho do cômodo e o que será feito nele.

Apartamento reformado: hora de decorar

Reformar apartamento pode demandar bastante tempo e dinheiro, mas esse é um excelente investimento para quem quer ter uma melhor qualidade de vida e morar em um imóvel pensado inteiramente nas suas necessidades. Um bom plano de obra e um projeto desenvolvido e executado por um profissional de confiança podem fazer muita diferença para quem não quer ter dores de cabeça na hora de reformar.

Ao fim da reforma é hora de decorar o seu lar. Nesse caso é possível contar com o apoio de um design de interiores para desenvolver um projeto de decoração que esteja de acordo com o projeto executivo da reforma. Esse profissional, em alinhamento com os gostos e necessidades dos moradores é capaz de propor móveis, objetos e paletas de cores que tornem o ambiente mais harmonioso e em sintonia com os proprietários. Existem diversos tipos de decoração que vão desde a industrial, minimalista e clássica e cada uma delas pode personalizar a sua casa de modo a te oferecer um ambiente muito mais acolhedor.

encontre seu apartamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.