Sagrada Família
Central de vendas:0312536 9000
Central de locação:0313285 3005

Bairro Sagrada Família

Belo Horizonte

HISTÓRIA

Estima-se que Belo Horizonte tenha, hoje, quase dois milhões e meio de habitantes, e uma densidade de 7 mil habitantes por quilômetro quadrado (e, isso, sem contar com as demais cidades da área que hoje chamamos de Região Metropolitana). Desse mundaréu de gente alocada apenas na capital mineira, estima-se que quase 40 mil pessoas tenham como endereço os CEPs do bairro Sagrada Família. Localizado na região leste da capital mineira, esse é considerado o bairro mais populoso da cidade.

Os motivos para que as pessoas escolham o Sagrada Família para morar são muitos, mas podem ser resumidos em apenas um: este é um bairro tranquilo e amigável, de classe média, onde vizinhos tendem a se dar bem em um ambiente tão comercial quanto residencial. Tudo o que você quer e precisa está dentro do bairro – incluindo longas e preciosas amizades.

E todas essas características boas da região remontam à sua origem, no início do século XX. Assim como outros bairros, o Sagrada Família se originou de uma antiga fazenda, pertencente ao fazendeiro Altamiro Corrêa, dono de muitas terras da região que hoje configura a Leste belo-horizontina. Seu nome foi sugerido por uma fazendeira, Dona Maria Brasilina, em 1913, e durante o passar do tempo foi povoado pelas famílias de operários que começaram a migrar para a região. Ruas importantes do bairro, como João Gualberto Filho, Stela de Souza e Vicentina de Souza são homenagens aos primeiros moradores – o que corrobora a teoria de que, desde seus primórdios, o Sagrada foi um bairro amigável e bem povoado.

Se hoje é um bairro bem residencial, apesar de ser referência no comércio, isso também se explica por fatores históricos: como foi um dos primeiros bairros a sair da região da Avenida do Contorno (de onde BH foi planejada apenas para “caber dentro”, mas acabou se expandindo – e muito), e perto da avenida tudo era muito caro. Por isso os operários começaram a erguer barracões pelas terras que antes endereçavam uma fazenda. Mas o ar interiorano continua até hoje nas ruas do bairro.

PRINCIPAIS ATRAÇÕES

Quem mora no Sagrada Família tem uma certeza na vida: a de que não quer sair de lá tão cedo. Não há nenhum motivo para não querer ficar, e os motivos para incentivar que alguém more lá são muitos – e são ótimos. Dentre as inúmeras qualidades do bairro destaca-se a excelente localização dentro da zona leste da capital, com vias de acesso facilitadas por todas as suas bordas. O bairro faz fronteira com Cidade Nova, Bairro da Graça, Floresta, Santa Teresa e região do Colégio Batista – além de estar à boca da Avenida Cristiano Machado, uma das mais importantes vias de acesso de toda Belo Horizonte. Pra completar, o Sagrada ainda está bem perto do hipercentro de BH.

Dentro do bairro, as avenidas Silviano Brandão e Petrolina são as principais vias de acesso do bairro, em conjunto com as ruas Itajubá (considerada a “maior rua de BH”, começando no bairro Floresta e terminando no Sagrada Família), Pitangui e Conselheiro Lafaiete. Para chegar ao bairro a gente tem acesso pelas avenidas Cristiano Machado, José Cândido da Silveira, Avenida dos Andradas, Contorno e a própria Silviano Brandão. O trânsito nessas vias, em horário de pico, é consideravelmente bom, se comparado aos grandes corredores da capital. E a boa notícia é que dá para fazer bons atalhos por dentro do bairro até ter de pegar o trânsito pesado nas avenidas maiores.

O bairro é bem grande, e geralmente dividido em quatro partes: o centro, entre o bairro da Graça e o Floresta, onde está a parte mais comercial do Sagrada Família, a parte próxima ao Horto, essencialmente residencial, a antiga Vila São João, próxima ao Instituto Agronômico e a área vizinha ao Cidade Nova, que foi a parte do bairro que mais se verticalizou desde sua fundação.

QUALIDADE DE VIDA

Em um mundo corrido e cheio de pequenos incidentes, contar com os vizinhos é sempre uma ótima opção. No Sagrada Família essa gentileza acontece com muita facilidade. As pessoas têm convivência pacífica e acabam, realmente, se tornando amigas ao longo dos anos. Há quem saia do bairro, mas sempre volte para visitar quem ficou – e sentir, todas as vezes, uma pitada de inveja e muita vontade de morar por lá novamente.

Um dos principais demonstrativos da convivência pacífica e harmoniosa do bairro é a Praça Nilo Peçanha, conhecida como Pracinha do Epa (supermercado), onde diariamente muitas pessoas, de todas as idades, se encontram para jogar cartas, xadrez e trocar figurinhas de álbuns.

Além da tranquilidade, o bairro também tem uma intensa área verde, garantindo um ar mais leve e agradável. O Sagrada lembra tanto uma pequena cidade do interior que não é raro ouvir passarinhos cantando de manhã e à tarde pelas ruas do bairro. A natureza, por lá, é bastante generosa. Há uma mina de água ainda ativa na Avenida Petrolina, que se originou de um poço artesiano perfurado na época em que o bairro foi fundado, e que sai do quintal de uma das casas que faz esquina com a Rua Abílio Machado.

Para quem quer manter a saúde em dia, pelo menos três grandes academias são encontradas no bairro: Life, Pratique e Água Viva, com aulas de natação.

CULTURA, LAZER E TURISMO

O Sagrada Família nunca foi um bairro nobre, em questões financeiras, mas é rico em todo o resto, principalmente no que tange à cultura e lazer. Na Paróquia Sagrada Família, por exemplo, é que fica exposto na época do Natal o famoso Presépio do Pipiripau, que atrai gente de toda cidade. Por lá também acontecem as Festas de Congado, em devoção a Nossa Senhora do Rosário, com danças e cânticos populares.

Outro tipo de “fé” também é praticado no bairro, já que nele encontra-se o Estádio Independência, o segundo estádio mais importante de Belo Horizonte (atrás apenas do Mineirão), e onde os times América e Atlético conquistaram importantes vitórias ao longo dos anos. Apesar de muita gente achar que o Independência é do Horto, ele está localizado exatamente na divisão entre os bairros, que ainda tem como fronteira o Santa Tereza – onde, para o município, o estádio está “oficialmente” localizado, apesar de ter sido adotado, mesmo, pelo Sagrada Família e pelo Horto.

E, por falar em Horto, não podemos deixar de destacar no bairro o Horto Florestal e o Museu de História Natural da UFMG, ambos opções sensacionais de cultura, lazer e turismo para toda a família.

Para quem gosta de boa comida, o Sagrada tem opções interessantes de bares, como o BoiVindo, e restaurantes. A mais tradicional delas – e uma das melhores cozinhas portuguesas de Minas Gerais – é o Restaurante do Porto, no finzinho da Rua Conselheiro Lafaiete. Ao lado do restaurante há uma pracinha, onde costumam brincar as crianças enquanto esperam pela refeição em família. No meio da Conselheiro está a pizzaria Tio Carmelo, também tradicional e muito bem quista no bairro.

SERVIÇOS

Como dissemos anteriormente, uma das principais características do bairro Sagrada Família é sua completa estrutura comercial, fazendo com que fique fácil encontrar por lá exatamente o que você precisa. De acordo com dados da Câmara de Dirigentes Lojistas de BH, o bairro tem quase 2000 empresas, divididas entre micro, pequenas e médio e grande porte. Lá, por exemplo, está baseada uma das estações da Cemig que alimentam a região Leste de BH. E ela divide espaço com farmácias, padarias, açougues, sacolões, supermercados, papelarias, bares, pizzarias, sorveterias, floriculturas e salões de beleza, dentre outras especialidades.

Dentre o comércio de primeiras necessidades de maior destaque no bairro estão lojas como o Sacolão Oba, a Padaria Monteiro, o Epa Plus e o Supermercado Roma. A Avenida Silviano Brandão é o principal polo moveleiro de BH: só lá funcionam 90 lojas especializadas em móveis, desde as de marcas maiores até os topa tudo. É na Silviano Brandão que está também o Hospital Infantil São Camilo. Na área de saúde, existem no Sagrada dois postos públicos, com clínicas médicas e odontológicas. Na área da educação, o bairro conta com escolas públicas e particulares, como o Colégio Logosófico, em opções que vão desde a pré-escola até o segundo grau.

O Sagrada Família ainda tem a Casa do Sol, um salão de festas infantil, e o Senai, o Centro de Formação Profissional. Mas se tudo isso ainda não for suficiente, o bairro tem acesso extremamente fácil ao Minas Shopping, na Cristiano Machado, e ao Boulevard Shopping, na Avenida dos Andradas.

TRANSPORTES

Por ter uma localização tão boa, o Sagrada Família conta muito com facilidade no transporte. O bairro tem fácil acesso aos dois principais aeroportos de BH, Pampulha e Confins, além de ter o metrô bem próximo.

Para o ônibus, como é delimitado por avenidas importantes (Cristiano Machado, Silviano Brandão e José Cândido da Silveira), as linhas que atendem ao bairro ligam o Sagrada a outros bairros da capital ou até mesmo a outros municípios, como é o caso dos ônibus que passam pela José Cândido da Silveira rumo a Sabará. As opções de transporte público são infindáveis, pois praticamente qualquer ônibus que cruze BH está passando por pelo menos uma das avenidas que circundam o bairro. Nas linhas diretas do Sagrada Família estão o 9106 (Sagrada Família/Serra), o 9104 (Sagrada Família/Luxemburgo), o 9209 (Sagrada Família/Gutierrez) e o 9410 (Sagrada Família/Coração Eucarístico).

Compra e aluguel de imóveis no bairro

Quer comprar, alugar ou vender um imóvel no Sagrada Família? Então a sua melhor opção é a Casa Mineira. Conheça a filial responsável pelo bairro:

 

Unidade Sagrada Família

 

POR QUE VALE A PENA?

O mercado imobiliário anda descobrindo, aos poucos, todo o potencial do Sagrada Família. Este é um bairro que as pessoas amam, apesar de não ser um dos mais chiques da cidade. Acolhedor, tranquilo e agradável, o Sagrada encanta moradores que podem até ter chegado “por acidente”, mas ficaram por opção. Funciona assim: alguns aluguéis muito baratos atraem moradores, que logo tratam de comprar a casa ou investir em outro imóvel dentro do bairro, justamente para ficar perto de tudo aquilo que eles tanto valorizam.

O resultado disso é uma crescente na construção de prédios dentro do bairro, principalmente com opção de lazer completo. Essa é uma forma de deixar as famílias ainda mais dentro do bairro, possibilitando que elas possam vivenciar todo o conforto de um clube (que o bairro não tem) sem sair de casa. É possível ver empreendimentos surgindo aos montes dentro do Sagrada Família, quase todos já com 100% dos apartamentos vendidos antes mesmo da conclusão das obras.

Se você busca segurança, também está no lugar certo. O Sagrada é um bairro seguro não só na questão da ocorrência de assaltos, mas também no trânsito local. É comum ver pessoas andando no meio das ruas, quando querem evitar as árvores dos passeios, sem perigo iminente de serem machucadas de alguma forma. Também não é raro, por lá, ver crianças jogando bola na rua ou andando de bicicleta, tal qual cidade do interior.

Tudo isso, somado, acarreta em uma valorização imobiliária gigantesca, que resulta tanto na compra de imóveis para morar (o que indicamos fortemente, já que o bairro é muito bom!) quanto para investir e ganhar renda de aluguel. Não é comum ver um apartamento com faixa de “aluga-se” por muito tempo, uma vez que só de não estar na região sul da cidade os preços são bem atrativos. O que a maioria das pessoas não sabe é que tudo compensa no Sagrada Família: os imóveis, que são considerados novos, em sua maioria, as possibilidades de transporte, de cultura e lazer, a melhoria da qualidade de vida… isso tudo sem contar que o bairro é uma válvula de escape para muitos outros bairros, deixando fácil a diversificação de programas de lazer ou busca pelo comércio (não que isso seja necessário, uma vez que a vida comercial do Sagrada é intensa e muito bem alimentada).

Então, qualquer que seja o seu objetivo (morar ou alugar), o Sagrada Família é um bairro que, definitivamente, merece toda a sua atenção. Quem não quer morar em um lugar onde as pessoas gostem realmente de você, mesmo quando não te conhecem? Onde os vizinhos são, em sua maioria, gentis e amigáveis? Onde tudo o que você precisa está praticamente ao alcance da sua mão? Se isso já acontece com você sem morar lá, imagine morando! Ou imagine dando a chance de outra pessoa morar lá, dentro da sua casa…

A experiência de vida dela e o seu bolso, recheado todo mês com a renda do aluguel, agradecem a escolha!

Guia de bairros vizinhos do Sagrada Família

 11