Zona Sul de BH: os bairros, atrativos e motivos para morar na região

Tem vontade de morar na zona sul de BH? Confira os principais bairros e atrativos da região.

Escolher um novo bairro para morar é um passo importante e muito estratégico. Talvez mais do que escolher um novo condomínio. De todas as regiões da capital mineira, a zona sul de BH se destaca por diversos motivos – comprovação da presença do mercado de locação residencial e comercial na região.

Neste artigo estão os principais atrativos da região, além de alguns dos melhores bairros para se viver. Confira!

História da zona sul de BH

A história da zona sul de BH se confunde com a criação da capital, concretizada por meio do decreto de 1891 assinado por Augusto de Lima. Sob este decreto, a vila conhecida como Curral del Rey foi desapropriada para a construção da nova capital do estado de Minas Gerais, a Cidade de Minas, inaugurada em 1897 e posteriormente renomeada para Belo Horizonte.

O plano básico da nova capital, desenhado por Aarão Reis, então chefe da comissão de construção da nova capital, ficou pronto em 1895, ano em que foram leiloados os primeiros lotes de atividade comercial. Aarão Reis desenvolveu um plano em que as ruas se cruzam na diagonal, inovando ao se afastar do padrão de ruas quadriculadas de outras cidades como Washington e Paris. O projeto era ambicioso e ambicioso, com avenidas planejadas e ruas mais largas que as ruas tradicionais da época, já prevendo um grande aumento da população da cidade.

A área tem sido focada no comércio e serviços da cidade. Desde a década de 1980, passou por profundas mudanças. Assim, a área da Savassi foi transformada de área residencial em importante área comercial, enquanto a população da área da Avenida do Contorno foi drasticamente reduzida e a população do entorno expandiu-se. Consequentemente, a grande especulação imobiliária levou à verticalização da região. Nesse processo, se consolidou como referência comercial, financeira e política da região metropolitana de Belo Horizonte e se consolidou como região nobre.

Bairros da zona sul de BH

Os bairros da zona sul de BH são únicos por sua história, além de serem um foco de modernidade e tecnologia. Um exemplo é o San Pedro Valley, conglomerado de startups de tecnologia que se originou na comunidade de San Pedro, aludindo ao berço do Vale do Silício (Califórnia, EUA). Conheça outros bairros da região:

Lourdes

A beleza da região, o charme, as ruas largas e arborizadas e a localização privilegiada são características que ainda hoje fazem do Lourdes um dos espaços mais valorizados da capital. Grandes jardins continuam a embelezar a fachada dos prédios luxuosos e ruas com passeios largos dão uma característica diferenciada ao projeto urbanístico local. Localizado ao lado da Savassi, do Centro, do Santo Agostinho, do Santo Antônio e do Cidade Jardim, o bairro tem imóveis que ultrapassam a 3,5 milhões de reais e a vizinhança de belos espaços como as praças Marília de Dirceu, da Liberdade e da Assembleia Legislativa.

Santo Agostinho

Santo Agostinho é um bairro nobre de classe média-alta e classe alta da região Centro-Sul de Belo Horizonte. É delimitado pelo triângulo formado pelas avenidas Amazonas, Olegário Maciel e do Contorno, abaixo da Praça Raul Soares. É considerado um dos melhores bairros da cidade, com edifícios residenciais de alto padrão e o shopping Diamond Mall. Neste post você vai conferir a história do bairro e suas peculiaridades.

Santo Antônio

O Bairro Santo Antônio é uma ótima opção para quem sempre quis morar perto de tudo. Oferece boa qualidade de vida e atrai, também, jovens que cresceram no local e hoje querem residir próximo da família. 

Anchieta

O bairro Anchieta, localizado na região Centro - Sul, foi fundado na década de 20. Apesar do desenvolvimento, os moradores ainda conservam hábitos bem peculiares e fazem questão de cultivar as suas raízes: Há muita religiosidade e as pessoas se preocupam em cultivar a amizade e manter hábitos atualmente pouco usuais, como frequentar a casa dos vizinhos regularmente.

Apesar do comércio variado e da verticalização, o bairro Anchieta ainda é tipicamente residencial. São mais de 12 mil moradores, segundo dados do IBGE. Hoje, edifícios antigos se misturam a empreendimentos modernos e luxuosos. Quem investiu no bairro, certamente fez bom negócio. Além da boa infraestrutura, ele fica próximo da região da Savassi.

Barro Preto

Considerado um dos bairros mais tradicionais de Belo Horizonte, o Barro Preto, localizado na região Centro - Sul, foi colonizado por imigrantes italianos, no início do século passado. Isso explica, por exemplo, o fato do Cruzeiro Esporte Clube, cujo nome original era Palestra Itália, ter se instalado na região. Segundo contam, o nome do bairro se deve a existência de uma argila escura e viscosa, largamente encontrada na região e também ao solo pantanoso onde o mesmo foi construído.

O Barro Preto destaca-se no cenário urbanístico como marco de pontos referenciais da capital: a igreja de São Sebastião, construída em 1913; a Maternidade Odete Valadares; o Hospital Felício Rocho; o Fórum Governador Milton Campos e a Praça Raul Soares, centro geográfico da cidade, projetada pelo engenheiro Aarão Reis em estilo paisagístico francês.

Outra referência na paisagem local é o Edifício JK, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Com 36 andares e 1.176 apartamentos, o conjunto começou a ser construído em 1953, no governo Juscelino Kubistchek, sendo concluído nos anos 70.

Belvedere

A origem do bairro Belvedere se remonta ao antigo Curral del Rey. Na década de 1850, todos os moradores do antigo arraial foram obrigados por força de lei do Império, a declarar suas terras bem como suas divisas ao pároco da paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem. Entre aqueles moradores, o Sr. João da Costa Torres, proprietário da Fazenda do Capão Pequeno (advinda do Capão Grande), declarou suas terras, medindo 40 alqueires, que incluía a Lagoa Seca.

A verticalização que hoje se observa no Belvedere teve seu início a partir da promulgação da Lei Municipal nº 8.137, de 21 de dezembro de 2000, que reduziu abruptamente o coeficiente de aproveitamento habitacional(área construída em relação ao tamanho do terreno), que antes variava entre 3.0 e 3.4, para 1.5.

Belvedere é um dos mais luxuosos bairros de Belo Horizonte que cresceu em torno do BH Shopping. É o bairro mais alto da cidade, variando de 1.100 a 1.270 metros de altitude e possui um clima bem mais ameno que o do centro da cidade, situado a 850m de altitude. Exatamente como o vizinho bairro Mangabeiras, possui uma vista espetacular da cidade.

Cruzeiro

Há 41 anos, quando os primeiros moradores começaram a chegar ao Cruzeiro, bairro da região Centro - Sul, não imaginavam que aquela área descampada e cheia de minério, se tornaria, um dia, um excelente local para se viver.

Pouco a pouco, importantes órgãos da sociedade se instalaram no local, como a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Minas Gerais, Associação dos Magistrados Mineiros (AMAGIS) e a Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC). Mas o principal ponto de referência do bairro continua sendo o Mercado Distrital do Cruzeiro, situado na Rua Ouro Fino, que ocupa uma área de 2.947 metros quadrados. O Cruzeiro ocupa uma área de 52,4 hectares, e tem uma população estimada em 4.605 pessoas.

Funcionários

Um dos bairros mais antigos de Belo Horizonte, localizado na zona sul de BH, o Funcionários é referência cultural e histórica. Fundado em 1896, dois anos depois do início das obras para a construção da nova capital, foi planejado para acolher funcionários públicos recém-transferidos de Ouro Preto. As suas primeiras moradias respeitam a hierarquia do funcionalismo e serviam para identificar o nível social das famílias.

Tradição e modernidade. Essa é a combinação que faz do Funcionários, um dos espaços mais disputados e charmosos da capital mineira. Criado para ser um pólo residencial e com a responsabilidade de incentivar o crescimento das demais regiões, o bairro sempre foi sede do poder público e referência para muitas atividades comerciais e financeiras instaladas na capital.

Durante a década de 80, sofreu intensas modificações, sobretudo em sua área residencial. Os antigos casarões construídos ao longo de ruas importantes como Timbiras, Sergipe, Maranhão e Piauí cederam espaço para edifícios modernos. Esta foi a forma encontrada pelo mercado para melhor aproveitamento dos terrenos que se valorizam rapidamente.

Luxemburgo

Localizado entre a Cidade Jardim e a Vila Paris, espremido entre bairros de classe média alta, o Luxemburgo tem acesso pelas avenidas Guaicuí, Prudente de Morais e Raja Gabáglia, além de vias alternativas dentro do próprio bairro.

A Praça José Cavalini, considerada o centro do bairro, por ser ponto de convergência das principais ruas e centros comerciais, teve seu nome inspirado no empresário José Cavalini, fundador da lavanderia Eureka. Ele foi o maior incentivador da construção da Avenida Prudente de Morais.

Mangabeiras

Com casas e mansões que ocupam espaços íngremes como que escalando montanhas, o bairro Mangabeiras, situado na região Centro - Sul é de recente ocupação, e possui várias belezas naturais. Uma delas é a Serra do Curral, eleita símbolo de Belo Horizonte através de plebiscito popular realizado em 1994. Tem ainda o Parque das Mangabeiras, um dos maiores parques urbanos do País, com 2,3 milhões de metros quadrados, projetado pelo paisagista Burle Marx e inaugurado em 1982.

Zona sul de BH: história e modernidade

A zona sul de BH inclui grande parte das comunidades mais antigas da capital mineira, como Funcionário, Lourdes, Cruzeiro e Savassi.

Nesses bairros podemos encontrar atrações como o Minas Tênis Clube (Lourdes e Mangabeiras) e a Praça da Liberdade (funcionários), que ilustram vários romances famosos - como “O Encontro Marcado” de Fernando Sabino e “Hilda Furacão” de Roberto Drummond. Por serem os primeiros bairros de Belo Horizonte, a cidade acabou crescendo em torno deles, tornando-os os bairros mais bem localizados da capital.

A Casa Mineira Imóveis é uma das mais tradicionais imobiliárias da cidade e possui unidades nos bairros Anchieta, Funcionários, Lourdes e Sion. Visite uma de nossas unidades ou acesse nosso portal e encontre o seu imóvel ideal.

encontrar seu imovel na maior imobiliaria de belo horizonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.